s

Startups

Empreender é amar o que se faz

Escrito por Por Soraia Yoshida | 25.01.2021

[jwplayer JlUtGMNN]Eduardo L'Hottelier, CEO e cofundador do Get Ninjas, seguiu à risca a cartilha das startups em que se deve encontrar uma solução para um problema e transformá-la em negócio. Quando precisou de um pintor para sua casa, ele encontrou muita dificuldade em encontrar alguém qualificado. "Com isso também, a gente percebeu a dor do profissional, pois muitos desses profissionais queriam ter mais clientes, mas não conseguiam fazer o marketing dos seus serviços", conta.

O Get Ninjas surgiu dessa necessidade e desde o início olhando para os dois perfis de clientes – quem quer contratar o serviço e quem faz o serviço e quer ser contratado. Os serviços são os mais variados, de eletricista a pintor, passando por chef de cozinha e até fotógrafo. A plataforma digital nasceu após estudos que serviram para calcular o tamanho aproximado do mercado. E rapidamente reuniu profissionais pois oferece prestação de serviços online, com verificação e feedback de usuários e prestadores de serviços.

Como a startup está em crescimento, L'Hottelier diz que o propósito ajuda a atrair pessoas para trabalhar na organização. "Quando você tem uma companhia que está realmente mudando a vida das pessoas, facilitando a vida dos clientes e mudando a realidade social de milhares de profissionais em todo o Brasil, é mais fácil trazer pessoas talentosas para esse barco", afirma.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Convidado

Eduardo L'Hottelier

Eduardo L'Hottelier

CEO e fundador do Get Nijas, plataforma que reúne profissionais para os mais diferentes serviços. Antes de empreender, ele trabalhou como analista na McKinsey e na Angra Partners.