s
A psicóloga e professora da Universidade de Harvard Amy Cuddy Crédito: Pasi Salminem
LIDERANÇA

Como encarar situações difíceis no trabalho

A psicóloga e professora de Harvard Amy Cuddy explica como lideranças podem lidar com situações de muita pressão

Por Soraia Yoshida 16/08/2021

Quando enfrentamos momentos de muita pressão, em que o melhor seria agir com transparência e manter controle da situação, costumamos responder com medo e nervosismo. É compreensível. Em tempos de crise, em vez de encarar de frente o problema, olhamos para o passado atrás de respostas ou imaginamos o futuro mais brilhante possível. Mas de acordo com a psicóloga norte-americana Amy Cuddy, da Universidade Harvard, esse é o momento em que deveríamos estar mais ‘presentes’.

Em uma palestra virtual para a Inc, ela explicou que emoções que prejudicam a produtividade – como ansiedade, medo e distração – vêm de pensar muito sobre o passado e o futuro. “Ficar presente”, explica Amy, “pode ajudá-lo a enfrentar situações difíceis com compostura e encontrar soluções com confiança”.

Autora do livro Presence: Bringing Your Boldest Self to Your Biggest Challenges, Amy Cuddy dá três dicas para tirar o máximo proveito de uma situação ruim.

Receba grátis nossa newsletter

Veja os desafios como oportunidades. Diante de um desafio, o melhor é reformular a situação. Se a dificuldade for abordar alguém para questionar alguma informação, pense na pessoa como um colaborador ou aliado, ao invés de concorrente. Mudar os pontos de vista pode fazer você se sentir mais no controle de encontrar uma solução para seus problemas. “Quando nos sentimos poderosos, isso nos leva a agir”, diz a psicóloga. “Quando nos sentimos impotentes, não agimos.”

Não tente fingir confiança para enganar as pessoas. Fingir que você está no controle da situação só funciona em algumas situações, mas não quando se trata de relacionamentos. Os melhores relacionamentos são construídos com base na confiança e na autenticidade – não em exagerar suas habilidades. “Infelizmente, muitas vezes cometemos o erro em situações de trabalho de mostrar nossas habilidades e nossos pontos fortes antes de mostrar que somos confiáveis”, diz Amy. “A força, a competência, as habilidades não importam, especialmente para líderes que realmente precisam inspirar as pessoas a fazerem seu melhor trabalho”.

Evite entrar em pânico. Se entrar em uma situação que vai levar ao pânico, Amy Cuddy aconselha os líderes a pensar em um momento em que se sentiram melhores. Seja o encerramento da primeira reunião bem-sucedida, o reconhecimento do melhor cliente ou um casamento ou aniversário dos filhos. Ao comparar o pânico com um sentimento bom, é possível redefinir sua abordagem da situação e a se sentir mais presente. “Quando nos sentimos presentes, não duvidamos de quem somos e acreditamos em nós mesmos”, diz Amy.

Entenda melhor como encarar situações difíceis no trabalho, de acordo com a professora da Harvard.

Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Liderança

Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Em um ambiente de segurança psicológica, todos sentem que podem perguntar, opinar, questionar, criticar, apontar erros e acertos, sem julgamentos

Por Soraia Yoshida
Como identificar e trazer lifelong learners para sua empresa

Liderança

Como identificar e trazer lifelong learners para sua empresa

A mentalidade de aprendizado contínuo é a chave para adaptar, mudar, inovar, crescer

Por Soraia Yoshida
Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Liderança

Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Confiança, autonomia, comunicação, segurança psicológica, aprendizado contínuo, trabalho colaborativo: todos esses elementos entram na criação de uma equipe de alta performance. Mas a liderança tem que entender e direcionar seu tim...

Por Soraia Yoshida
Como montar um time cognitivamente mais diverso

Diversidade

Como montar um time cognitivamente mais diverso

A diversidade dentro de uma organização pode estar no processo mental, ou seja, no modelo cognitivo de quem pensa de um jeito diferente do seu

Por Soraia Yoshida
Comunicação digital: novas regras para o trabalho híbrido

Gestão

Comunicação digital: novas regras para o trabalho híbrido

Este é o momento de acabar com as dificuldades de comunicação e o tempo perdido com mensagens que ninguém entendeu

Por Redação The Shift
Engajamento na era do trabalho remoto: qual é a sua estratégia?

Liderança

Engajamento na era do trabalho remoto: qual é a sua estratégia?

As organizações que aproveitarem melhor as experiências de trabalho remoto para planejar sua proposta de trabalho híbrido/remoto serão capazes de engajar mais os colaboradores

Por Soraia Yoshida