s
O risco de fazer julgamentos baseados apenas em impressões pode levar a decisões ruins Crédito: Pixabay

LIDERANÇA

Como lideranças podem evitar o viés de comportamento

Por falta de tempo e pelas características das reuniões digitais, a tendência é julgar situações por conta própria e assumir que falta engajamento e vontade de fazer

Por Soraia Yoshida 14/06/2021

Poucos líderes foram preparados para a tarefa de gerenciar remotamente suas equipes. A falta de supervisão presencial e a interação transferida para plataformas digitais teve que ser trabalhada durante meses e deu lugar a um papel muito mais articulador, mediador e, sim, de apoio para as equipes. Afinal, em momentos difíceis, para quem os colaboradores podem apelar? E ainda que muitos líderes tenham construído espaços de segurança psicológica e aprendido a desenvolver seus times, ainda há grandes chances de enfrentarem mal-entendidos.

Em tempos incertos, pesquisas apontam que a tendência humana é recorrer ao que já conhecemos e nos deixa confortáveis. No dia a dia, isso se traduz em “regras práticas ou heurísticas quando enfrentamos situações incertas. “Embora esses atalhos nos permitam trabalhar com eficiência mesmo em face da complexidade, eles podem rapidamente se tornar a fonte de erros sistemáticos e às vezes inconscientes em nosso julgamento, também conhecidos como preconceitos”, escrevem Torben Emmerling, Alessandro Paul e Daniel Seyffardt, da consultoria Affective Advisory em artigo para a Harvard Business Review.

O risco de fazer julgamentos em representatividade, situações diversas e na escolha de um número mais favorável são comuns. Não quer dizer que são aceitáveis e muito menos que não podem ser evitados.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Algum dia a IA será completamente imparcial?

Inteligência Artificial

Algum dia a IA será completamente imparcial?

Tecnicamente, sim. Um sistema de IA pode ser tão bom quanto a qualidade de seus dados e o design de seus modelos. Por isso é tão importante neutralizar os vieses cognitivos dos algoritmos

Por Cristina De Luca
Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Liderança

Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Em um ambiente de segurança psicológica, todos sentem que podem perguntar, opinar, questionar, criticar, apontar erros e acertos, sem julgamentos

Por Soraia Yoshida
Como desenvolver talentos em início de carreira virtualmente

Liderança

Como desenvolver talentos em início de carreira virtualmente

Como as lideranças devem pensar o desenvolvimento de quem está começando a carreira? The Shift traz algumas reflexões e respostas

Por Soraia Yoshida
Como identificar e trazer lifelong learners para sua empresa

Liderança

Como identificar e trazer lifelong learners para sua empresa

A mentalidade de aprendizado contínuo é a chave para adaptar, mudar, inovar, crescer

Por Soraia Yoshida
Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Liderança

Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Confiança, autonomia, comunicação, segurança psicológica, aprendizado contínuo, trabalho colaborativo: todos esses elementos entram na criação de uma equipe de alta performance. Mas a liderança tem que entender e direcionar seu tim...

Por Soraia Yoshida
Como manter o social no trabalho (sem fazer social)

Liderança

Como manter o social no trabalho (sem fazer social)

Sem almoços ou cafés para compartilhar, sem comentários no escritório, ainda assim é possível construir relacionamentos dentro da empresa

Por Soraia Yoshida