s
Escritório projetado pela empresa Big Offices com espaços abertos para incentivar interação e salas de reunião para trabalho mais focado Crédito: Big Offices
GESTÃO

Qual ambiente de trabalho combina mais com sua empresa?

Ainda tem dúvidas sobre que tipo de workplace pode funcionar melhor para sua organização? Aqui vão alguns insights

Por Soraia Yoshida 14/02/2022

Mais do que a discussão sobre “quando” seria o melhor momento para retomar a vida no escritório (com um grande “se” em muitos casos), a questão que ainda atrapalha a organização das empresas é “como”. Uma plataforma vai controlar os dias e horários em que cada colaborador vai aparecer para trabalhar? Ou será uma questão em que os líderes de cada time poderão resolver e apenas comunicar? Todos terão mesa ou será um esquema de escritório compartilhado?

Tantas perguntas, algumas ainda sem resposta. No estudo do Gartner HR Practice sobre como fica o trabalho em 2022, os autores apontam que a complexidade de gerenciar uma força de trabalho híbrida levará algumas empresas a exigir o retorno de todos ao escritório. Diante das pesquisas que apontam uma relutância em boa parte dos profissionais de voltar ao modelo pré-pandemiaalguns até preferem mudar de emprego caso não possam continuar trabalhando de casa – a estratégia de obrigar as pessoas não parece nada inteligente. “As organizações que implementam um retorno difícil ao escritório descobrirão rapidamente que os desafios que estavam enfrentando se deviam a outros fatores subjacentes. Exigir que os funcionários retornem ao escritório apenas exacerbará ainda mais as taxas de rotatividade”, escreve Brian Kropp, chefe de Pesquisa da Prática de RH do Gartner. Alegar que o desempenho dos negócios foi ruim, que a cultura organizacional está sob risco ou mesmo que funcionários podem estar se aproveitando da distância para ter mais de um emprego podem parecer legítimos. Mas se a empresa pertence a uma área em que a concorrência por talentos anda forte e que quer construir uma empresa mais resiliente, melhor seria mudar de tom.

A verdade é que empurrar com a barriga uma decisão que afeta todas as pessoas da empresa é uma péssima estratégia. Para começar, pode-se fazer duas perguntas:

  • Qual é a estratégia da organização para o crescimento futuro?
  • Qual é o tamanho da organização que a liderança precisa agora?

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Como fazer com que as pessoas falem mais em reuniões virtuais

Trabalho Remoto

Como fazer com que as pessoas falem mais em reuniões virtuais

Fazer com que as pessoas contribuam com ideias ou deem feedback durante reuniões online nem sempre é fácil, mas é possível

Por Redação The Shift
Como montar um time cognitivamente mais diverso

Diversidade

Como montar um time cognitivamente mais diverso

A diversidade dentro de uma organização pode estar no processo mental, ou seja, no modelo cognitivo de quem pensa de um jeito diferente do seu

Por Soraia Yoshida
Como reconstruir os encontros casuais no trabalho híbrido

Gestão

Como reconstruir os encontros casuais no trabalho híbrido

O verdadeiro obstáculo em trabalhar em casa não é a parte do “trabalho”. É a perda das partes divertidas de um local de trabalho

Por Michael Baron, The Conversation
Comunicação: um emoji pode significar várias coisas

Carreira

Comunicação: um emoji pode significar várias coisas

O emoji que você coloca em suas mensagens pode significar algo bem diferente para a Geração Z

Por Soraia Yoshida
Empatia é o skill mais importante para um líder

Carreira

Empatia é o skill mais importante para um líder

Os funcionários descrevem um líder empático como alguém transparente, justo e que cumpre o combinado em suas ações

Por Soraia Yoshida
Engajamento na era do trabalho remoto: qual é a sua estratégia?

Liderança

Engajamento na era do trabalho remoto: qual é a sua estratégia?

As organizações que aproveitarem melhor as experiências de trabalho remoto para planejar sua proposta de trabalho híbrido/remoto serão capazes de engajar mais os colaboradores

Por Soraia Yoshida