s
Dar aos colaboradores um senso de propósito e mais flexibilidade contribuem para aumentar sua vontade de ficar em uma empresa Crédito: Jason Goodman/Unsplash
CARREIRA

Como reconstruir a lealdade dos funcionários na era da Grande Renúncia

Uma nova pesquisa revela como as pessoas se sentem em relação a seus empregos e o que esperam de seus empregadores

Por Ana Kreacic, Lucia Uribe, Simon Luong, Fórum Econômico Mundial 22/11/2021

A lealdade dos funcionários já estava em declínio por duas décadas, mesmo antes da pandemia. Agora, depois de mais de um ano lutando contra uma crise de saúde, cargas de trabalho pesadas e responsabilidades familiares, a taxa de demissões na maioria dos principais países atingiu um novo recorde.

Isso não é uma surpresa, considerando que apenas cerca de metade dos funcionários – sejam de colarinho branco ou azul – estão satisfeitos com seus empregos, de acordo com pesquisa mensal da consultoria Oliver Wyman, que incluiu mais de 100 mil pessoas em 10 países durante o ano passado. Dos pesquisados, cerca de 25% nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá e Brasil desistiram ou planejam sair, enquanto 20% na Alemanha, 17% na França e 14% na Espanha e China estão pedindo demissão de seu cargo. E isso não inclui um adicional de 18% dos funcionários globalmente, que estão procurando passivamente por um novo trabalho.

Como perdemos a lealdade?

A pandemia acelerou a mudança, mas o declínio na lealdade vem acontecendo durante as últimas décadas. O salário mínimo não acompanhou o crescimento do custo de vida nos últimos 50 anos, pondo fim ao tradicional "salário familiar" e estabelecendo dois trabalhadores em tempo integral como a nova norma exigida para a sobrevivência da maioria das famílias. Este não é apenas um problema apenas dos chamados trabalhadores de colarinho azul . À medida que a produtividade aumentou, seus benefícios acumularam-se desproporcionalmente para os acionistas, e não para os funcionários – com esse fenômeno sendo verdadeiro em todos os níveis de renda.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

A cultura da inovação e a criação de ideias no trabalho híbrido

Diversidade

A cultura da inovação e a criação de ideias no trabalho híbrido

Na cultura de inovação, a melhor ideia tem que vencer sempre e ela pode vir de qualquer pessoa. Veja como incentivar o processo de criação

Por Soraia Yoshida
Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Liderança

Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Em um ambiente de segurança psicológica, todos sentem que podem perguntar, opinar, questionar, criticar, apontar erros e acertos, sem julgamentos

Por Soraia Yoshida
10 empregos do futuro que estão em alta hoje

Tendências

10 empregos do futuro que estão em alta hoje

Novas funções estão sendo demandadas para dar conta da aceleração no processo de transformação digital trazida pela pandemia

Por Redação The Shift
A causa da fadiga do Zoom - e o que fazer para evitar

Trabalho Remoto

A causa da fadiga do Zoom - e o que fazer para evitar

Um estudo da Universidade de Stanford aponta a existência de pelo menos quatro efeitos que o uso contínuo de videochamadas causam em nosso cérebro

Por Soraia Yoshida
Atenção: seu funcionário pode estar pensando em pedir demissão

Trabalho Remoto

Atenção: seu funcionário pode estar pensando em pedir demissão

Pesquisas indicam que os profissionais estão exaustos, trabalhando muito, e que a adoção do trabalho híbrido pode trazer a possibilidade de trabalhar em qualquer lugar

Por Soraia Yoshida
Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Liderança

Como lideranças podem desenvolver times de alta performance

Confiança, autonomia, comunicação, segurança psicológica, aprendizado contínuo, trabalho colaborativo: todos esses elementos entram na criação de uma equipe de alta performance. Mas a liderança tem que entender e direcionar seu tim...

Por Soraia Yoshida