s
A estratégia para a inovação passa por mudanças: as empresas precisam entender se está na hora de pivotar ou melhorar o que está sendo feito Crédito: Pixabay

INOVAÇÃO

Inovação: mudar, pivotar ou dobrar a aposta?

A questão é que pivotar ou reforçar os esforços são uma solução que serve apenas para um terço das empresas. E as outras?

Por Soraia Yoshida 31/05/2021

A inovação não é em si uma estratégia, mas o mecanismo para alcançar uma mudança em magnitude, atividade ou direção. O primeiro passo rumo a uma visão mais clara para a mudança é esclarecer qual forma de mudança deve ser considerada, escrevem B. Tom Hunsaker, Richard Ettenson e Jonathan Knowles em “Changing How We Think About Change”. Para entender, eles citam três caminhos para a mudança avaliados sob a ótica da adequação à finalidade (a qualidade de sua adequação às expectativas dos clientes e outras partes interessadas) e vantagem relativa (a vulnerabilidade das capacidades da empresa para substituição):

  • Magnitude: “Precisamos aprimorar nossa execução do caminho atual”
  • Atividade: “Precisamos adotar novas formas de seguir o caminho atual”
  • Direção: “Precisamos seguir um caminho diferente”

Entre as empresas que dobraram as apostas em estratégias de negócios falhas ou desatualizadas estão Kodak, Nokia, Xerox, BlackBerry e Blockbuster. Todas acreditaram que uma mudança de magnitude seria suficiente em vez de mudar de atividade, adotar novas tecnologias, canais de distribuição ou mesmo uma mudança de direção para alguns negócios. Ou seja, a disrupção tinha chegado, mas foi ignorada e deu no que deu.

Isso não é fato para todas as grandes companhias, como GE e Sony podem atestar muito bem. A antiga General Electric, que começou fabricando lâmpadas, vem caminhando para assumir a liderança em energia verde e Internet Industrial das Coisas, por meio da Ecomagination e Predix. A Sony passou para o conteúdo de entretenimento, com sucesso.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

10 maneiras de acelerar a inovação de base

Inovação

10 maneiras de acelerar a inovação de base

A ação coletiva e o consenso são necessários para converter as ideias e inovações de indivíduos e comunidades ricos em conhecimento, mas economicamente pobres, em meios viáveis ​​de aumentar a renda

Por Kenneth Kwok para o Fórum Econômico Mundial
Como ser uma empresa future-ready

Inovação

Como ser uma empresa future-ready

Depois de quatro anos de pesquisas, este modelo traz insights para empresas que passam pela transformação digital

Por Silvia Bassi
Deep tech: a revolução está a caminho

Inovação

Deep tech: a revolução está a caminho

Deep techs, ao contrário das startups convencionais, mira no que não está lá: elas criam novos negócios e produtos a partir de descobertas científicas

Por Silvia Bassi
O avanço da Climate Tech

Inovação

O avanço da Climate Tech

As tecnologias climáticas estão entre os recursos para cortar pela metade a emissão de gases de efeito estufa

Por Silvia Bassi
O que é disrupção? 10 interpretações do conceito

Inovação

O que é disrupção? 10 interpretações do conceito

A “palavra da moda” no ecossistema de inovação pode ser compreendida por diferentes perspectivas, como mostram as opiniões de quem está transformando os mercados

Por João Ortega
5 motivos para fazer inovação aberta

Inovação

5 motivos para fazer inovação aberta

No Brasil, 83% das empresas acreditam precisar de inovação para se destacar no período pós-pandemia, porém apenas duas em cada dez já apresentam estratégias de associação com o ecossistema de startups

Por Redação The Shift