s
Escritório do Hubspot, que se destacou no levantamento da Glassdoor de melhores empresas para se trabalhar Crédito: Divulgação
CARREIRA

Glassdoor: 50 melhores empresas para trabalhar no Brasil

O Glassdoor, um dos maiores sites de recrutamento do mundo, liberou seus rankings anuais de melhores empresas para trabalhar com uma novidade: o Brasil

O Glassdoor, um dos maiores sites de recrutamento do mundo, liberou seus rankings anuais de melhores empresas para trabalhar com uma novidade: o Brasil. Os rankings, que até o ano passado cobriam cinco países – EUA, Canadá, Reino Unido, França e Alemanha – agora são 9, e passam a incluir também Argentina, México e Singapura (você consegue ver todos aqui)

O ranking Brasil tem 50 empresas e os três primeiros lugares são ocupados por companhias de tecnologia: SAP, ThoughtWorks e Google, nessa ordem. Aliás, o setor de tecnologia pure breed tem 9 empresas na lista (Amazon entrou, mas está em varejo). Das 50 companhias, apenas 20 são brasileiras, incluindo as fintechs Nubank e Creditas e a Loggi (única startup de mobilidade).

Uma das características importantes dos rankings da Glassdoor é que eles são obtidos a partir da análise das avaliações compartilhadas pelos funcionários, portanto pesa fortemente a cultura corporativa que de fato é praticada. “As pessoas se preocupam profundamente com o local onde trabalham e número crescente de pesquisas mostra que empresas com culturas excelentes não só têm uma clara vantagem competitiva para atrair talentos, mas também frequentemente lideram em termos de desempenho financeiro” (Andrew Chamberlain, Economista-chefe da Glassdoor).

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar
A cultura corporativa fala mais alto

A cultura corporativa fala mais alto

 

Um planeta sob nova direção

Tendências

Um planeta sob nova direção

Homem e natureza são parte do mesmo sistema interconectado. Se um destrói o outro, sucumbirá em seguida. Com esta certeza, universidades, ONGs e empresas privadas estão se unindo para criar centros de conhecimento de Desenvolvimento Reg...

A erupção dos

Tendências

A erupção dos "colarinhos verdes"

As empresas que, no ano passado, sofreram uma fuga de talentos poderão ter dificuldades se quiserem contratar uma nova leva de profissionais. É que os green jobs estão absorvendo esta mão-de-obra, ao mesmo tempo em que a qualifica.

Trabalho híbrido: estamos

Tendências

Trabalho híbrido: estamos "fervendo o sapo"?

A nova versão do estudo da Microsoft, Work Trend index Special Report, mostra que empresas e gestores não estão sabendo como lidar com as mudanças ocorridas no ambiente de trabalho ou estão "cozinhando o sapo" do trabalho híbrido para...

As soft skills chegam ao podium

Tendências

As soft skills chegam ao podium

As habilidades comportamentais entraram na equação das contratações. A edtech B.NOUS facilita a jornada de desenvolvimento dos funcionários com a criação de trilhas de aprendizagem personalizadas focadas em soft skills.

Habilidades socioemocionais preparam as empresas para o futuro

Entrevista

Habilidades socioemocionais preparam as empresas para o futuro

Filip De Fruyt, Professor da Universidade de Ghent, na Bélgica e membro do conselho científico do eduLab 21, do Instituto Ayrton Senna, explica, em entrevista exclusiva à THE SHIFT, que perfis profissionais estão mais aptos a enfrentar...

O lado obscuro do trabalho remoto 

Carreira

O lado obscuro do trabalho remoto 

Falta de horário fixo, dispersão, procrastinação, isolamento social, menos engajamento, ansiedade e depressão são alguns dos efeitos que estão comprometendo a saúde mental dos profissionais