s
Crédito: Cotonbro/Pexels
CARREIRA

Engajamento e produtividade devem andar sempre juntos

A necessidade de isolamento social não pode ser culpada de todos os males na comunicação dentro das empresas

Dizem que os funcionários passam mais da metade da jornada média de trabalho se comunicando e colaborando. No entanto, em 2019, 13% do dia foram desperdiçados devido a ineficiências de comunicação, de acordo com pesquisa da Mitel/Kelcor que ouviu 2,5 mil profissionais de negócios em 5 países da América do Norte, Europa e Austrália. 

 A perda de produtividade não é o único resultado negativo das ineficiências de comunicação. Quase metade (47%) dos entrevistados experimentou atritos entre funcionários e/ou departamentos, devido a comunicações e colaboração ineficientes. Muitas empresas já enfrentavam uma grave crise de engajamento da sua força de trabalho, segundo a Gallup, antes mesmo da necessidade de isolamento social, por conta da pandemia de Covid-19, impor o trabalho remoto.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Você está aproveitando ao máximo o seu relacionamento com a IA?

Inteligência Artificial

Você está aproveitando ao máximo o seu relacionamento com a IA?

Para obter retornos da IA, organizações precisam de um relacionamento multidimensional com a tecnologia, que passa pelo valor individual do seu uso percebido por cada funcionário

Um exame diferente para diversidade e inclusão

Gestão

Um exame diferente para diversidade e inclusão

O Teste de Bechdel-Wallace extrapolou as fronteiras da cultura pop e acabou por se tornar uma métrica de aferição da diversidade de gênero aplicável em qualquer instituição

Só faltou mesmo combinar com os chineses

Economia

Só faltou mesmo combinar com os chineses

O presidente dos EUA, Joe Biden, restringiu ainda mais as regras de exportação de semicondutores dos EUA para a China. A medida pode respingar em Taiwan

Habilidades socioemocionais preparam as empresas para o futuro

Entrevista

Habilidades socioemocionais preparam as empresas para o futuro

Filip De Fruyt, Professor da Universidade de Ghent, na Bélgica e membro do conselho científico do eduLab 21, do Instituto Ayrton Senna, explica, em entrevista exclusiva à THE SHIFT, que perfis profissionais estão mais aptos a enfrentar...

O lado obscuro do trabalho remoto 

Carreira

O lado obscuro do trabalho remoto 

Falta de horário fixo, dispersão, procrastinação, isolamento social, menos engajamento, ansiedade e depressão são alguns dos efeitos que estão comprometendo a saúde mental dos profissionais

Aparando as arestas do “Grande Desgaste”

Gestão

Aparando as arestas do “Grande Desgaste”

O quiet quitting e a Great Resignation seguem fazendo um estrago. Para atrair talentos, as empresas estão transformando o atrito em negociação. Mas há que ter estratégias