s
Um desafio para os executivos: grande parte dos funcionários diz que suas chefias não entendem pelo que estão passando desde o início da pandemia Crédito: Pixabay
LIDERANÇA

Bem-estar: o CEO pensa uma coisa, os funcionários outra. E agora?

Um estudo mostra que, muitas vezes, o CEO acha que está tudo bem, quando não está

Por Soraia Yoshida 04/07/2022

Ninguém está imune. Há algumas semanas mostramos que as mulheres estão mais estressadas e expostas ao desenvolvimento de problemas ligados à saúde mental do que em 2021. No ano passado, aliás, um estudo apontou que C-levels tinham alta exposição a questões de saúde mental. Ainda assim, parece haver uma desconexão entre o que os C-levels acham que está acontecendo e como os colaboradores estão se sentindo de fato.

No artigo “The C-suite's role in well-being”, publicado no site da Deloitte, dados levantados pela consultoria apontam que enquanto 84% dos C-levels entrevistados disseram que a saúde mental dos funcionários é “boa ou excelente”, apenas 59% dos colaboradores admitiram que esse é o caso. Em termos de saúde física, 89% dos C-levels indicaram que os funcionários estão muito bem fisicamente, enquanto 65% dos colaboradores disseram que sua saúde física é “excelente ou boa”.

A pesquisa mostrou que mais de três quartos (76%) dos C-levels disseram que a pandemia afetou negativamente seu bem-estar e menos de dois em cada três funcionários classificaram várias dimensões de sua saúde como “excelente” ou “boa”.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Como evitar a solidão no trabalho

Liderança

Como evitar a solidão no trabalho

A solidão se tornou recorrente no ambiente de trabalho, mas como outras questões ligadas ao bem-estar, pode ser trabalhada

Como lidar com a ansiedade daqui até o final do ano

Gestão

Como lidar com a ansiedade daqui até o final do ano

A aproximação do final do ano pode disparar sintomas de ansiedade capazes de afetar ainda mais seu bem-estar. O jeito é trabalhar com as ferramentas que se tem e compartilhar com as pessoas

Por Soraia Yoshida
Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Liderança

Como construir a segurança psicológica também no trabalho híbrido

Em um ambiente de segurança psicológica, todos sentem que podem perguntar, opinar, questionar, criticar, apontar erros e acertos, sem julgamentos

Por Soraia Yoshida
Trabalho: falta de engajamento pode levar a perdas de US$ 7,8 trilhões

Mercado

Trabalho: falta de engajamento pode levar a perdas de US$ 7,8 trilhõe...

Estresse, raiva, preocupações e infelicidade no trabalho são principais causas de queda de produtividade

Engajamento do colaborador é vantagem competitiva para o negócio

Gestão

Engajamento do colaborador é vantagem competitiva para o negócio

As lideranças que reconhecem as habilidades de suas equipes e valorizam sua contribuição ajudam a criar um ambiente de aprendizado e fomentam o engajamento dos trabalhadores

Mulheres no trabalho: cresce estresse, esgotamento e assédio

Diversidade

Mulheres no trabalho: cresce estresse, esgotamento e assédio

No Brasil, burnout é o principal motivo para querer deixar o emprego, seguido de remuneração inadequada e falta de oportunidades