s
Crédito: Pete Linforth/Pixabay
TENDÊNCIAS

Covid-19 impulsiona computação em nuvem

O uso dos serviços em nuvem vem crescendo não apenas porque aumentou a preocupação com segurança de dados, mas também pela própria experiência do cliente

Escalabilidade, economia e alcance continuam sendo os principais impulsionadores do uso de cloud computing. E a tendência é a de que o mercado global de nuvens híbridas registre crescimento incremental após pandemia de Covid-19.

Dados da 451 Research indicam que mais de um terço (38%) das empresas estão mudando seu foco para estruturas de nuvem híbrida como um componente principal de sua estratégia formal de nuvem, mesmo diante dos desafios de implementação. A Advance Market Analytics fala em  aproximadamente 22% das cargas de trabalho corporativas tratadas por plataformas de nuvem híbrida até 2020.

O modelo multicloud acrescenta complexidade adicional a esse cenário. De acordo com o Flexera 2020 State of the Cloud Report a maioria das organizações (93%) possui uma estratégia multicloud. Das 481 empresas ouvidas, 86% disseram que estão incorporando várias nuvens públicas, enquanto 60% relatam usar mais de uma nuvem privada. A combinação mais comum é uma mistura de várias nuvens públicas e privadas, com 53% adotando essa abordagem. E aplicativos isolados em diferentes nuvens são a implementação mais comum.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

Realizada agora no primeiro trimestre de 2020, já sob os efeitos da Covid-19, a pesquisa da Flexera aponta outras tendências relevantes, incluindo: uma mudança nos ambientes de aplicativos das máquinas virtuais para contêineres; a crescente popularidade dos serviços de contêiner gerenciado em nuvem; a falta de controles e gerenciamento de custos, que levou quase um quarto das organizações a exceder os orçamentos já maiores; e o aumento das preocupações com segurança e com a falta de conhecimento sobre nuvem na equipe de TI.

Outro relatório recenteda DXC Technology, aponta a nuvem como prioridade para a transformação dos negócios, uma vez que a coleta e o tratamento de dados estão cada vez mais integrados na maneira como inovam e competem. Muitos dos mais de mil entrevistados estão migrando para a nuvem para solucionar deficiências em seus data centers internos. Os benefícios dos serviços em nuvem estão diretamente relacionados às estratégias competitivas mais amplas. Particularmente o desenvolvimento de novos produtos e serviços e a consequente criação de novos fluxos de receita.

Um maior uso dos serviços em nuvem também facilita duas estratégias competitivas relacionadas ao cliente identificadas pelos respondentes do DXC: melhorar a experiência do cliente e garantir a privacidade dos dados.

Mas cuidado: o uso da nuvem corporativa pós-COVID-19, embora mais necessário e prevalente, pode ficar mais caro. Principalmente em relação à nuvem pública.

Com tanta urgência no mundo, será que dá para falar em desacelerar? 

Tendências

Com tanta urgência no mundo, será que dá para falar em desacelerar?...

É importante pensar no assunto, porque esse é o grande desejo dos consumidores segundo a 10⁠ª edição do The Future 100, realizado pelo grupo de publicidade VML

O poder dos superfãs

Tendências

O poder dos superfãs

Uma legião de superfãs, e o apreço das novas gerações pela IA Generativa, sinalizam novas oportunidades de receita para as empresas de Mídia e Entretenimento Digital, diz a Deloitte.

Aproveite a era das mudanças quânticas

Tendências

Aproveite a era das mudanças quânticas

Mudanças quânticas trazem grandes oportunidades, mas é fundamental entender completamente o cenário para não errar a mão. Um novo relatório tem uma lista de 50 delas.

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Tendências

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Relatório aponta tendências que merecem um olhar atento da parte da iniciativa privada e do setor público. Na lista há velhos conhecidos como DeFi, e coisas revolucionárias, como upcycling.

Teses cripto para 2024

Tendências

Teses cripto para 2024

Os últimos 12 meses testaram a resiliência da criptoeconomia, pavimentaram a aproximação com as finanças tradicionais, ampliaram as regulações e abriram caminho para a tokenização de ativos

Fronteiras da tecnologia em 2024

Inovação

Fronteiras da tecnologia em 2024

A criatividade dos investidores de risco corre solta quando se trata de imaginar as novas fronteiras possíveis para a tecnologia em 2024. E há muito alinhamento com os analistas de mercado