s
Sarah Telford Diretora do Centre for Humanitarian Data (divulgação)
ENTREVISTA

Dados para salvar o mundo

Uma conversa com Sarah Telford, Diretora do Centre for Humanitarian Data, sobre o papel que a plataforma de intercâmbio de dados HDX tem em promover o uso de dados confiáveis para orientar e apoiar operações humanitárias

Por Maya Plentz 07/02/2020

“Dados precisos são centrais a boas políticas e tomadas de decisão. Obter e compartilhar dados entre centenas de organizações, no meio de uma emergência humanitária, é complicado e consome tempo - mas é absolutamente crucial.” (Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres)

Com mais de 70 milhões de refugiados no mundo hoje, será a tecnologia a pedra angular para operacionalizar soluções humanitárias com maior precisão? E serão os dados o combustível disruptivo que pode mudar o jeito de acudir crises humanitárias, sejam aquelas geradas por conflitos, sejam aquelas derivadas dos desastres naturais?

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) publicou seu relatório anual, The State of Open Humanitarian Data 2020, que demonstra o impacto que Big Data, AI, e Machine Learning têm em operações humanitárias, e como o uso de modelagem preditiva de dados pode criar maiores eficiências logísticas em operações humanitárias.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

O futuro através da cidadania climática

Entrevista

O futuro através da cidadania climática

Paulo Moutinho, cofundador do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia - organização não governamental com 30 anos de atividade na Amazônia e no Cerrado - defende que o protagonismo do Brasil na solução climática mundial ocorra a...

Pete Flint:

Entrevista

Pete Flint: "Leve sua empresa para as corredeiras"

Para o investidor de risco Pete Flint, general manager da NFX, as empresas tradicionais e startups precisam seguir os trechos de água rápida do mercado, porque lá estão as tendências de futuro

O fim do sistema de comando e controle

Entrevista

O fim do sistema de comando e controle

Dani Plesnik, diretora de Talent & Culture da Deloitte aposta na criação de um ambiente de trabalho emocionalmente seguro, menos hierárquico. Um espaço para conexão que viabilize o trabalho em rede. "Não é rocket science", diz ela....

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.

Entrevista

"Precisamos de resolvedores de problemas e não de especialistas em di...

"É impensável fazer comunicação de marca sem tecnologia." Mas isso exige pessoas curiosas, capazes de conectar os pontos, diz Karina Barcellos, CSO da agência de comunicação estratégica Another Company.

Entrevista

"O céu não é mais o limite"

O mexicano Eduardo Guizar quase não acreditou quando viu o rover Curiosity pousar em Marte. Parte da equipe da NASA que construiu o astromóvel para explorar a superfície do planeta, ele conta por que é importante mirar o espaço