s
Sarah Telford Diretora do Centre for Humanitarian Data (divulgação)
ENTREVISTA

Dados para salvar o mundo

Uma conversa com Sarah Telford, Diretora do Centre for Humanitarian Data, sobre o papel que a plataforma de intercâmbio de dados HDX tem em promover o uso de dados confiáveis para orientar e apoiar operações humanitárias

Por Maya Plentz 07/02/2020

“Dados precisos são centrais a boas políticas e tomadas de decisão. Obter e compartilhar dados entre centenas de organizações, no meio de uma emergência humanitária, é complicado e consome tempo - mas é absolutamente crucial.” (Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres)

Com mais de 70 milhões de refugiados no mundo hoje, será a tecnologia a pedra angular para operacionalizar soluções humanitárias com maior precisão? E serão os dados o combustível disruptivo que pode mudar o jeito de acudir crises humanitárias, sejam aquelas geradas por conflitos, sejam aquelas derivadas dos desastres naturais?

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) publicou seu relatório anual, The State of Open Humanitarian Data 2020, que demonstra o impacto que Big Data, AI, e Machine Learning têm em operações humanitárias, e como o uso de modelagem preditiva de dados pode criar maiores eficiências logísticas em operações humanitárias.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Entrevista

"As mulheres não são convidadas para fazer parte da panelinha dos bo...

Cynthia Hobbs, CFO do GetNinjas, faz parte de um grupo reduzido de mulheres que procuram ampliar a presença feminina no alto escalão das companhias e nos conselhos das empresas

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Entrevista

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Para a brasiliense Viviane Cabral, CEO da Zinng, está mais que na hora das empresas brasileiras se conscientizarem que investir em eficiência energética é investir em aumento de produtividade

A Diferente quer te fazer comer melhor sem desperdiçar comida

Entrevista

A Diferente quer te fazer comer melhor sem desperdiçar comida

A foodtech une um serviço de assinatura com a recuperação de frutas, verduras e legumes fora do padrão, que seriam descartados, para ampliar o acesso aos orgânicos

Por Marina Hortélio
Um brasileiro nos bastidores da Bolsa de Nova York

Entrevista

Um brasileiro nos bastidores da Bolsa de Nova York

Alex Ibrahim, chefe de mercados internacionais da NYSE, sabe antes de muita gente quem vai fazer um IPO. Nessa entrevista, ele fala de Brasil, de América Latina e de como um IPO exige fôlego dos founders

Entrevista

"Sem um espaço para compartilhar vivências, com quem esse jovem vai...

As organizações precisam reimaginar e reconstruir espaços virtuais para que jovens profissionais que estão chegando ao mercado possam aprender e se desenvolver, diz a neurocientista Ana Carolina Souza

Entrevista

"O setor de construção está começando um ciclo de mudança"

E nesse ciclo entram novos modelos de construção e venda de imóveis, oportunidades de novos negócios e de reinventar o relacionamento com o cliente, diz Eduardo Fischer, CEO da MRV