s
Entrada da primeira loja Amazon Go - Seattle Foto: Amazon.com - Divulgação
LIDERANÇA

“Continuamos no Day 1”, diz Jeff Bezos aos acionistas da Amazon

A edição 2020 da famosa carta anual do CEO da Amazon.com, tradição desde 1997, aponta que os tempos estão "incrivelmente difíceis, mas são um lembrete do impacto que nós podemos fazer na vida das pessoas"

"Embora estes sejam tempos incrivelmente difíceis, eles são um lembrete importante de que o que fazemos como empresa pode fazer uma grande diferença na vida das pessoas", diz Jeff Bezos, CEO da Amazon, na mais recente de suas cartas endereçadas aos acionistas da empresa.

Não há dúvida de que os serviços da Amazon estão em alta demanda desde o início da crise, quando a empresa contratou 100 mil novos funcionários em março e agora busca adicionar outros 75 mil trabalhadores. No entanto, além do impacto imediato nos negócios da Amazon, Bezos tirou um tempo para explicar outras maneiras importantes pelas quais a empresa está respondendo à crise e como está mantendo seu foco de longo prazo além da pandemia.

E foca em quatro pontos que considera cruciais nesse momento: ajudar a testar o maior número possível de americanos, através da Amazon Care, já que os testes são cruciais para superar o vírus e retornar o trabalho e a vida cotidiana de forma segura; o papel que a Amazon Web Services e seus serviços em nuvem estão desempenhando durante a crise; as ações feitas para manter os trabalhadores do serviço de e-commerce seguros e amparados, apesar de a companhia continuar a ser alvo de críticas trabalhistas; e os progressos da Amazon em relação às metas do Acordo de Paris.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Startups impulsionam geração de melhores serviços de Open Finance

Fintechs

Startups impulsionam geração de melhores serviços de Open Finance

Os dados são centrais no Open Finance, mas nem sempre os bancos conseguem gerar valor a partir das informações. Startups ajudam a criar melhores produtos de finanças abertas com a conversão de dados dos usuários em insights.

Brasil pode ser um polo de deep techs

Inovação

Brasil pode ser um polo de deep techs

O Brasil tem potencial de ser destaque em alguns temas, como biodiversidade e saúde. É essencial aproximar a ciência do mercado e sistematizar uma estratégia para fomentar a formação de um ecossistema nacional de soluções.

2023: um ano de ventos e trovoadas

Tendências

2023: um ano de ventos e trovoadas

Lá fora recessão. No Brasil, transformação. O ano de 2023 promete mares bravios para os CEOS - capitães fortalecidos pela tempestade-pandemia e seus rescaldos no ambiente corporativo. A THE SHIFT mapeou as tendências que podem afetar...

As lideranças estão precisando de terapia

Liderança

As lideranças estão precisando de terapia

Depois das contínuas avalanches pandêmicas e corporativas, os líderes estão inseguros e não estão mais sabendo como inspirar e reforçar suas equipes. Trata-se de um movimento natural e que tem remédio no curto prazo. Aliás, acredit...

Por Cristina De Luca
Trabalho híbrido: estamos

Tendências

Trabalho híbrido: estamos "fervendo o sapo"?

A nova versão do estudo da Microsoft, Work Trend index Special Report, mostra que empresas e gestores não estão sabendo como lidar com as mudanças ocorridas no ambiente de trabalho ou estão "cozinhando o sapo" do trabalho híbrido para...

CEOs: preparados para a turbulência?

Tendências

CEOs: preparados para a turbulência?

Se uma pandemia global inesperada - que trancou a população dos planeta em suas casas - lhe tirou o sono, mas não a resiliência, nada mais tira. Muito menos a recessão e as incertezas previstas para o cenário mundial, no próximo tri...