s
O projeto inicial da Web3 é da Internet descentralizada e que fosse acessível a todos, respeitando privacidade e anonimato Crédito: Pixabay
INOVAÇÃO

W3: o que é, o que promete, para que serve

A ideia da nova internet oferece a promessa de ser acessível a todos, anônima e mais transparente. Vai dar certo?

Por Soraia Yoshida 06/12/2021

W3, Web3, World Wide Web 3.0. Escolha o termo que melhor preferir. Todos estão se referindo à mesma coisa: a próxima fase da Internet e talvez da sociedade como organização social, dependendo de quem estiver falando sobre o assunto.

Para começar, melhor ouvir direto da boca do homem que, em 2014, criou o termo Web 3.0: Gavin Wood. Se o seu nome soar familiar, vale lembrar que ele ajudou a desenvolver a criptmoeda Ethereum. O menino que aprendeu a programar aos 8 anos hoje está à frente da Web3 Foundation, que apoia projetos de tecnologia descentralizados.  Gavin acredita que o modelo da Web 2.0 deu errado e que as tecnologias descentralizadas são a única esperança de preservar a democracia liberal.

Mas antes, vamos voltar um pouco atrás: Web 2.0 e Web 3.0 referem-se a sucessivas iterações da Web, em comparação com a Web 1.0 original dos anos 1990 e início dos anos 2000. Tim Berners-Lee criou o protocolo www ou world wide web para se referir à "web" global de informações e recursos interconectados por meio de links de hipertexto. A internet era feita basicamente de pequenos sites e blogs e os usuários se reuniam em fóruns de mensagens e salas de bate-papo em torno de interesses comuns. A Web 2.0 é a versão atual da internet que conhecemos, que tornou mais fácil ficar online, criar seu próprio site, desenvolver conteúdo para atingir grandes públicos – dando início à era das plataformas como Facebook e YouTube, entre tantas outras, que passaram a coletar dados do usuário para vender anúncios e controlar o fluxo do conteúdo.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

O impacto da Era Exponencial nos negócios

Inovação

O impacto da Era Exponencial nos negócios

O escritor Azeem Azhar explora as mudanças trazidas pela Era Exponencial e explica por que as empresas passarão a mediar nossas relações cada vez mais

A Internet dos Corpos já está entre nós

Inteligência Artificial

A Internet dos Corpos já está entre nós

Usar o corpo humano como uma plataforma de dados oferece enormes possibilidades, mas também novos riscos

Por Cristina De Luca
NFT: entenda por que esse mercado pode render bilhões

Inovação

NFT: entenda por que esse mercado pode render bilhões

Os NFTs estão alimentando transações milionárias de itens digitais colecionáveis, de arte a clipes de música, passando por tênis virtuais e cards de jogadores de basquete

Por Silvia Bassi
NFTs democratizam investimentos e financiam projetos independentes

Blockchain

NFTs democratizam investimentos e financiam projetos independentes

Tokenização de obras de arte está tornando o mercado mais seguro e democrático, embora ainda exista a possibilidade de fraude

Por João Ortega
Como ganhar a vida jogando: entenda os games de NFT

Tendências

Como ganhar a vida jogando: entenda os games de NFT

Vivendo e aprendendo a jogar no modelo P2E

Por Silvia Bassi
Dá para ganhar dinheiro com NFT?

O Shift da Questão

Dá para ganhar dinheiro com NFT?

O NFT está sendo explorado por artistas gráficos, músicos, empresas de games, esportistas e influenciadores digitais

Por Cristina De Luca, João Ortega e Soraia Yoshida