s
A obra digital Everydays: The First 5000 Days, de Beeple, foi o primeiro NFT leiloado pela Christie’s e alcançou o lance de US$ 69,3 milhões Crédito: Christie's
O SHIFT DA QUESTÃO

Dá para ganhar dinheiro com NFT?

O NFT está sendo explorado por artistas gráficos, músicos, empresas de games, esportistas e influenciadores digitais

Por Cristina De Luca, João Ortega e Soraia Yoshida 19/03/2021

Conteúdo

 

Sim. Muitos artistas, colecionadores, galeristas, curadores e sites estão ganhando dinheiro com NFTs. Quem faturou mais até o momento foi Mike Winkelmann, mais conhecido como Beeple, um artista digital da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, que teve seu trabalho vendido por US$ 69,3 milhões. Everydays: The First 5000 Days foi o primeiro NFT leiloado pela Christie’s, uma das mais tradicionais casas de leilão de arte do mundo – o que coloca a arte digital em um patamar muito acima do que as avaliações de especialistas até pouco tempo.

Isso quer dizer que qualquer artista pode fazer arte e ficar milionário? Não. E qualquer um que comprar um NFT vai ficar rico? Também não. Para clarificar, vamos repassar primeiro o que é NFT e como funciona, para então mergulhar nas possibilidades financeiras.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Vai continuar faltando chip. E agora?

O Shift da Questão

Vai continuar faltando chip. E agora?

A projeção é que a escassez de semicondutores melhore no segundo semestre deste ano, mas vai continuar até 2023

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
Como aprender melhor e mais rápido em 2022?

O Shift da Questão

Como aprender melhor e mais rápido em 2022?

Em um mundo cada vez mais acelerado e repleto de mudanças, a ciência pode ajudar a encontrar a maneira de fazer seu cérebro reter conhecimento em menos tempo

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
O futuro do aprendizado será personalizado e híbrido

Aprendizagem em 2022

O futuro do aprendizado será personalizado e híbrido

Um implante cerebral pode nos tornar mais inteligentes. O metaverso, mais interessados. E todas as tecnologias, juntas, proporcionar métodos personalizados de aprendizagem. Será bom?

Para onde vai a Impressão 3D?

O Shift da Questão

Para onde vai a Impressão 3D?

Casas instantâneas, peças de reposição por demanda, órgãos humanos artificiais, bife e chocolate? Pelo andar da carruagem, é possível prever que em breve haverá uma impressora 3D (ou um produto dela) no seu caminho. E até fora del...

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
O 5G chegou. E agora?

O Shift da Questão

O 5G chegou. E agora?

A nova tecnologia deve acelerar o avanço em áreas como logística, telemedicina, produção industrial. Mas chega atrasada. Dá para recuperar o tempo perdido?

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida
Quem ganha com a Economia dos Criadores?

O Shift da Questão

Quem ganha com a Economia dos Criadores?

Quantos likes teve seu último post? E como foi o impacto do seu comentário que movimentou amigos e fãs? Agora, imagine que assim como você, há milhões de pessoas postando conteúdos todos os dias. É dessa possibilidade de ganhar visi...

Por Cristina De Luca, Marina Hortélio, Silvia Bassi e Soraia Yoshida