s
A pandemia fez com que as pessoas passassem a trabalhar e estudar em casa, aumentando o volume de dispositivos móveis e uso de conexão Crédito: Shutterstock

TENDÊNCIAS

Quantos dispositivos conectados você tem em casa?

Nos Estados Unidos, uma residência média conta com 25 dispositivos móveis, o que inclui smartphones, assistentes pessoais, notebooks e mais uma multitude de devices e serviços conectados

Por Soraia Yoshida 28/06/2021

Até março de 2020, uma residência média nos Estados Unidos contava com smartphones, tablets, laptops, fones de ouvido sem fio, smart TVs, consoles de videogame, provavelmente um assistente de voz – tudo isso exigindo conectividade para funcionar. Desde a chegada da pandemia e o consequente isolamento social, as casas se transformaram também em mini escritórios compartilhados e unidades de aprendizado remoto. A “lotação” aumentou e não apenas na percepção de convívio: aumentou também o volume de dispositivos conectados.

Agora, 55% das residências contam com uma pessoa trabalhando em esquema home office e 43% contam com uma pessoa estudando em casa, de acordo com dados do estudo “2021 Connectivity and Mobile Trends Survey”, da Deloitte. O levantamento aponta que esse reposicionamento da casa como lugar de trabalho e de estudo levou a um crescimento de 38% no número de dispositivos móveis e conectados. Em média, cada casa possui hoje 25 dispositivos.

E não fica nisso. As pessoas estão adicionando mais serviços e usos online a esses dispositivos. Por exemplo: 87% das residências tem pelo menos um tipo de software ou serviço para seus dispositivos conectados, como armazenamento em nuvem e software antivírus. Entre aqueles que possuem um smartwatch e fitness trackers, 26% assinam serviços para se manter em forma e acompanhar seu desempenho. E dos dois terços das residências dispositivos domésticos inteligentes, 39% pagaram para aumentar a velocidade de sua banda larga.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

A Internet dos Corpos já está entre nós

Inteligência Artificial

A Internet dos Corpos já está entre nós

Usar o corpo humano como uma plataforma de dados oferece enormes possibilidades, mas também novos riscos

Por Cristina De Luca
Além dos filmes e séries: o streaming impacta outras indústrias

Streaming

Além dos filmes e séries: o streaming impacta outras indústrias

Conteúdo esportivo, plataformas de educação e cloud gaming são alguns dos universos em que a tecnologia de streaming tem papel fundamental

Por João Ortega
As maiores tendências em tecnologia até 2030

Tendências

As maiores tendências em tecnologia até 2030

Novo relatório aponta como a combinação de tecnologias vai tornar sua adoção exponencial e trazer novos modelos de negócios

Por Soraia Yoshida
Até o fim do ano, as conexões IoT ultrapassarão as dos dispositivos não IoT

Internet das Coisas

Até o fim do ano, as conexões IoT ultrapassarão as dos dispositivos...

Dos 21,7 bilhões de dispositivos conectados ativos em todo o mundo, 11,7 bilhões (ou 54%) serão conexões de dispositivos IoT no final de 2020

Por Redação The Shift
Próximo passo: a Inteligência Artificial das Coisas

Inteligência Artificial

Próximo passo: a Inteligência Artificial das Coisas

A combinação da Inteligência Artificial com a infraestrutura da Internet das Coisas começa enfim a cumprir a promessa de melhorar as interações homem-máquina e aprimorar a análise de dados

Por Cristina De Luca
6 sinais de mudanças para o futuro das organizações

Inovação

6 sinais de mudanças para o futuro das organizações

As organizações devem estar atentas às possibilidades de novos negócios

Por Redação The Shift