s
Crédito: Pixabay
INOVAÇÃO

Quando uma tendência tecnológica vira um produto

Desde os eletrodomésticos até os pratos terão sensores e serão conectados a sistemas inteligentes para tornar refeições mais saborosas, saudáveis e livres de bactérias

Realidade aumentada, internet das coisas e interface cérebro-máquina estão entre as tecnologias que vão transformar produtos e serviços no futuro. Mas como serão as aplicações práticas destas inovações na rotina das pessoas? O Wall Street Journal respondeu esta questão ao listar 10 tendências futuristas que devem chegar ao mercado nos próximos anos.

A começar pela alimentação, desde os eletrodomésticos até os pratos terão sensores e serão conectados a sistemas inteligentes para tornar refeições mais saborosas, saudáveis e livres de bactérias. Na mobilidade, estamos falando de bicicletas inteligentes e veículos elétricos voadores circulando no espaço urbano. Com nanotecnologia, remédios vão realizar diagnósticos de dentro do corpo humano. Carros serão movidos a algas, a iluminação será a laser e controlaremos dispositivos com o poder da mente. Toda superfície será uma televisão, visto que ela será tão fina e adaptável quanto um papel de parede.

Parte destas soluções já são comercializadas em nichos premium, mas a maioria ainda passa por períodos de testes em empresas de tecnologia. O fato de todas as tendências citadas serem tecnológicas não garante, no entanto, que terão sucesso no mercado. Entre as principais razões pelas quais bons produtos falham ao entrar no mercado está a priorização da tecnologia sobre a solução. De nada adianta usar tecnologia de ponta se o resultado não resolve uma dor do cliente.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

O êxito de vendas de um produto está associado a seu caráter inovador mas, mais do que isso, a ser reconhecido como inovador pelo consumidor. “Em vez de simplesmente perguntar do que os clientes precisam, as empresas devem entender como os consumidores avaliarão quais produtos irão satisfazer suas necessidades”, analisa artigo do MIT. É necessário focar em inovações que sejam facilmente reconhecidas como tal ou no processo de educar o público-alvo para aquela novidade.

Quer inovar? Olhe para dentro

Inovação

Quer inovar? Olhe para dentro

Ao apostar no empreendedorismo interno, as empresas aproveitam o talento dos colaboradores e aumentam as chances de inovar de forma acelerada.

IA e a construção da estratégia

Inteligência Artificial

IA e a construção da estratégia

A IA estratégica é uma ferramenta que pode simplificar a vida dos executivos. Um meio de acelerar o impacto, lidar com disrupções e desbloquear novas oportunidades de mercado. Mas ela deve servir ao negócio e não o contrário.

IA Descentralizada e para as massas

Inteligência Artificial

IA Descentralizada e para as massas

No ano passado, a “descentralização” da IA permitiu que um conjunto mais amplo de empresas e indivíduos interagisse com modelos de aprendizado profundo, antes restritos a instituições com grandes conjuntos de dados. A DeAI estará...

Brasil pode ser um polo de deep techs

Inovação

Brasil pode ser um polo de deep techs

O Brasil tem potencial de ser destaque em alguns temas, como biodiversidade e saúde. É essencial aproximar a ciência do mercado e sistematizar uma estratégia para fomentar a formação de um ecossistema nacional de soluções.

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

Inteligência Artificial

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

A partir de 2023, o relógio acelerará. Ferramentas de IA baseadas em linguagem e imagem chegarão aos produtos muito rapidamente. Haverá avanços em direção à Inteligência Artificial Geral (AGI) e certamente veremos uma outra onda de...

Ficção científica, melhor que Power Point

Inovação

Ficção científica, melhor que Power Point

Neal Stephenson criou o termo e a ideia de metaverso em 1992 . Agora ele quer garantir que o futuro não seja distópico e que a Web3 seja realmente aberta. Para isso criou a Lamina1 e está montando uma nova blockchain