s
Em vez de dividir o foco com o processual, os líderes se concentrarão em pensar estratégias para melhorar serviços e negócios e, principalmente, como vão gerenciar os integrantes de suas equipes Crédito: Unplash
CARREIRA

Mulheres na liderança: é preciso criar um pipeline nas empresas

Uma pesquisa aponta que mulheres deixam de ser promovidas para cargos de liderança porque são vistas como tendo menos potencial

Por Soraia Yoshida 18/04/2022

Não é deja vu. No Dia Internacional da Mulher, você deve ter visto ainda que en passant algum estudo que apontava o quanto as mulheres ainda estavam longe de conquistar cargos de liderança – apenas 38% dos cargos de liderança no Brasil são ocupados por mulheres, de acordo com levantamento da Grant Thornton. Uma nova pesquisa publicada recentemente vem colocar o dedo na ferida novamente: as mulheres são menos propensas do que os homens a serem promovidas. E uma das razões é são vistas como tendo menor potencial para crescer.

No paper “Promotion and The Gender Promotion Gap”, a professora associada do MIT Sloan, Danielle Li, aponta que dentro das organizações, as mulheres são menos propensas a serem promovidas do que seus colegas do sexo masculino, apesar de superá-los e serem menos propensas a pedir demissão. Li descobriu que, em média, as mulheres receberam classificações de desempenho mais altas do que os funcionários do sexo masculino, mas receberam classificações 8,3% mais baixas para o potencial do que os homens. O resultado foi que as funcionárias do sexo feminino tinham, em média, 14% menos chances de serem promovidas do que seus colegas do sexo masculino.

Danielle Li e os copesquisadores Alan Benson e Kelly Shue estudaram dados de 30 mil funcionários de uma grande cadeia de varejo norte-americana entre fevereiro de 2009 e outubro de 2015. As mulheres representavam cerca de 56% dos trabalhadores iniciantes na empresa. Subindo na hierarquia, as mulheres representavam 48% dos gerentes de departamento, 35% dos gerentes de loja e 14% dos gerentes distritais.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Faltam mulheres na liderança e nos boards

Diversidade

Faltam mulheres na liderança e nos boards

No estudo levantado pela ONG Catalyst, somente 5,8% das empresas do S&P têm mulheres como CEOs

Por Redação The Shift
Gap de gênero nas startups: fundadoras enfrentam mais barreiras

Diversidade

Gap de gênero nas startups: fundadoras enfrentam mais barreiras

Minoria no ecossistema inovador brasileiro, as mulheres enfrentam desafios como a captação de investimento, a criação de uma rede de contatos e o equilíbrio entre o empreendedorismo e a vida familiar.

Por Marina Hortélio
Mulheres são melhores lideranças durante uma crise

Economia

Mulheres são melhores lideranças durante uma crise

A análise indicou ainda que os funcionários que trabalhavam com lideranças femininas se sentiam mais satisfeitos e comprometidos, do que aqueles que trabalhavam para chefias masculinas

Por Soraia Yoshida
Por que uma liderança vulnerável é essencial para inovação

Liderança

Por que uma liderança vulnerável é essencial para inovação

Embora o conceito da liderança vulnerável ou liderança humanizada já esteja valendo há pelo menos uma década, na prática ainda ouvimos falar de muitos líderes que estão bem longe de exercitar e desenvolver essa postura

Por Soraia Yoshida
Reprograma faz escola contra o gap de gênero na tecnologia

Entrevista

Reprograma faz escola contra o gap de gênero na tecnologia

As mulheres, especialmente as negras e transexuais, ainda são minoria no mercado de tecnologia. A {reprograma} oferece cursos gratuitos de programação para mudar esse cenário, como conta a Cofundadora e Diretora de ensino Carla De Bona.

Por Marina Hortélio
Síndrome do Impostor: o lado ruim e o lado bom

Carreira

Síndrome do Impostor: o lado ruim e o lado bom

Pelo menos 70% das pessoas já experimentaram a sensação de que não merecem estar naquele ambiente de trabalho e que alguém vai descobrir que são uma fraude

Por Soraia Yoshida