s

FINTECHS

Fintechs têm nos desbancarizados uma oportunidade de R$ 800 bilhões

Entre os que não estão no sistema financeiro, 60% têm celular e acesso à internet, o que facilita o crescimento das plataformas digitais

Por João Ortega 03/11/2020

Fintechs são as startups que mais atraem investimentos no Brasil. Só em agosto, elas levantaram 36 aportes que representaram a maior parte do total de R$ 10 bilhões movimentados pelo ecossistema de startups do país, segundo o Slinghub

O capital de risco e o corporate venture estão de olho nas oportunidades que o cenário econômico brasileiro cria para empresas de tecnologia do setor financeiro. Uma delas é a enorme parcela da população que não utiliza serviços bancários: os desbancarizados. Em todo o país são 45 milhões de pessoas, de acordo com levantamento do Instituto Locomotiva. Esta população movimenta R$ 817 bilhões ao ano. 

Não se trata, porém, de uma tendência exclusiva do Brasil: mundialmente, fala-se em uma “oportunidade de US$ 100 trilhões”, impulsionada pelos países emergentes. É, além de tudo, uma questão social em meio a um cenário econômico em crise. “A pandemia de coronavírus provavelmente levará muitas pessoas à pobreza e dificuldades econômicas. A inclusão financeira desempenhará um papel cada vez mais vital para os menos favorecidos”, afirma análise do Fórum Econômico Mundial

Cenário brasileiro

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a Cyber Week e assine

O perde e ganha dos bancos e das fintechs com o PIX

The Shift 360°

O perde e ganha dos bancos e das fintechs com o PIX

Ao mesmo tempo em que podem ver as receitas com DOCs TEDs e outros serviços minguarem, os bancos têm a chance de criar novos serviços que compensem o buraco no caixa

Por Cristina De Luca
Toda empresa será uma fintech?

Fintechs

Toda empresa será uma fintech?

Produtos financeiros desenvolvidos por companhias para um nicho específico são melhores do que aqueles criados por bancos para atender à demanda mais ampla do mercado geral

Por Redação The Shift
Open Banking no Brasil: enfim, a regulamentação

Mercado

Open Banking no Brasil: enfim, a regulamentação

Uma das apostas do Banco Central para baixar a taxa de juros cobrada pelos bancos e incentivar a competição no mercado de crédito, depende do compartilhamento de dados dos clientes

Por Redação The Shift