s
Nathan Yoles VP de Growth da Weel

ENTREVISTA

Crédito movido a algoritmos

Crédito, um dos recursos mais procurados nesse momento, é o que move a Weel, uma startup "mezzo brasileira, mezzo israelense" que, em menos de 4 anos, tornou-se uma estrela no mapa de fintechs locais

Por Silvia Bassi 17/04/2020

Crédito, um dos recursos mais procurados nesse momento de pandemia e crise econômica, é o que move a Weel, uma startup "mezzo brasileira, mezzo israelense" que, em menos de 4 anos, tornou-se uma estrela brilhante no mapa de fintechs locais, entrando para o clube dos "soonicorns" (startups que devem atingir valor de mercado de US$ 1 bi), ao movimentar crédito de R$ 800 milhões para pequenas e médias empresas, deixadas em segundo plano pelos bancos tradicionais, exibindo uma taxa de inadimplência de apenas 1%.

"A semente da Weel é a inteligência de dados. A gente se considera uma empresa de inteligência de dados que monetiza essa inteligência a partir do crédito para PMEs, porque entendemos que é o mercado mais ineficiente e que tem a maior oportunidade, o mais difícil de fazer negócio", diz Nathan Yoles, VP de Growth da Weel, o disruptor da semana na The Shift.

Em fevereiro, a Weel recebeu um aporte de R$ 80 milhões (em equity) do BV (Banco Votorantim), e acesso a uma linha de crédito de até R$ 800 milhões para continuar crescendo em um mercado que tem um impacto importante na economia do país, sem precisar abrir uma agência sequer. "Sem precisar sair do escritório, a gente consegue dar crédito para clientes em Manaus ou no Rio Grande do Sul", diz Nathan. Confira a conversa.

Disrupção é...

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Para CEO da BossaBox, força de trabalho líquida é tendência no mercado

Entrevista

Para CEO da BossaBox, força de trabalho líquida é tendência no mer...

Escolhido para a lista Under 30 da Forbes, o empreendedor André Abreu revela, em entrevista exclusiva, sua previsão para um futuro do trabalho cada vez mais dinâmico

Por João Ortega
Carsharing cresce no Brasil, mas baixa produção freia setor

Tendências

Carsharing cresce no Brasil, mas baixa produção freia setor

Startups de compartilhamento de carros veem demanda crescer mesmo durante a pandemia

Por João Ortega
A reinvenção corporativa passa pela ausência de regras

Entrevista

A reinvenção corporativa passa pela ausência de regras

Erin Meyer, coautora do livro "A regra é não ter regras", sobre a cultura da Netflix, conta como ter empresas inovadoras, flexíveis, inclusivas e diversas, jogando fora o livro de regras. Você consegue?

Por Silvia Bassi
A revolução cripto está em marcha

Tendências

A revolução cripto está em marcha

Com iniciativas parrudas de regulamentação e o ingresso de mais investidores e provedores de serviços no mercado, usos concretos dos ativos digitais impulsionarão ainda mais a adoção no mundo

Por Cristina De Luca
A jornada do Magazine Luiza para digitalizar o varejo nacional

Economia Digital

A jornada do Magazine Luiza para digitalizar o varejo nacional

Entre abril de 2017 e dezembro de 2020 o Magazine Luiza comprou 15 empresas, 11 só este ano. Pagou R$ 290 milhões pela Hub Fintech, para entrar no jogo dos serviços financeiros

Por Silvia Bassi
Economias digitais avançadas administraram melhor a crise, diz WEF

Economia Digital

Economias digitais avançadas administraram melhor a crise, diz WEF

Relatório de Competitividade Global deixa se fazer o ranqueamento dos países pela primeira vez para focar nos imperativos da recuperação econômica

Por Cristina De Luca