s
360°
Crédito: Shutterstock

O perde e ganha dos bancos e das fintechs com o PIX

Ao mesmo tempo em que podem ver as receitas com DOCs TEDs e outros serviços minguarem, os bancos têm a chance de criar novos serviços que compensem o buraco no caixa

Por Cristina De Luca 05/10/2020

Aumentar a competição no setor bancário tem sido um dos principais objetivos do Banco Central. O outro é a inclusão financeira. O PIX endereça ambos. Marcado para entrar em funcionamento em 16 de novembro, novo sistema brasileiro de pagamentos instantâneos (SPI), vai alterar a forma como as pessoas pagam contas e fazem compras, ao eliminar a necessidade de dinheiro ou cartão.

Com o PIX o BC pretende estimular o uso de meios eletrônicos de pagamento e a concorrência, diminuindo o volume de papel-moeda em circulação, democratizando o acesso dos brasileiros ao sistema financeiro.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias