s
Crédito: Lukas Waynetrain/Pixabay
TRANSFORMAÇÃO DIGITAL

A pandemia expôs lacunas na maturidade digital das empresas

Muitas companhias estão substituindo iniciativas de longo prazo por uma nova abordagem capaz de revigorar o marketing e o engajamento do cliente

Uma nova pesquisa global da MediaMonks, conduzida pela Forrester Consulting, descobriu que a pandemia fez mais do que acelerar as iniciativas de transformação digital nas empresas. Muitas estão substituindo iniciativas de longo prazo por uma nova abordagem capaz de revigorar o marketing e o engajamento do cliente, indicando uma evolução profunda na transformação digital como um serviço.

O objetivo é usar mais a tecnologia para aprimorar a experiência do usuário. Em outras palavras, reenergizar os esforços de marketing e engajamento do cliente para cumprir as promessas dos investimentos em transformação digital.

Dos 366 profissionais de marketing ouvidos, 77% reconhecem que os esforços de transformação do passado lhes permitiram fornecer uma melhor Customer Experience. Ainda assim, apenas 23% concordam fortemente que são capazes de usar análises para entender o desempenho do marketing e apenas metade das empresas está usando o valor da vida do cliente como um KPI chave para rastrear seu sucesso.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

Caminhamos para uma profunda “virtualização de marca”, através da criação de ambientes digitais nos quais os clientes possam interagir verdadeiramente com as empresas. O que exigirá a requalificação das equipes para a oferta de experiências digitais indeléveis, segundo o co-fundador da MediaMonks, Wesley ter Haar. “Os consumidores não se apaixonam por uma marca por causa de uma grande ideia; se apaixonam pela totalidade de experiências envolvendo pontos de contato, ambientes, produtos e serviços”, diz.

  • Nos próximos cinco anos, um aumento exponencial nas interações digitais entre compradores e fornecedores mudará os modelos de vendas, de acordo com o Gartner. Em 2025, 80% das interações de vendas B2B entre fornecedores e os compradores ocorrerão em canais digitais.

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Inovação

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Com mais maturidade digital, as pequenas e médias empresas brasileiras podem beneficiar ainda mais a economia. As startups trazem as soluções para apoiar a digitalização

Generative Tech, o novo Eldorado 

Inteligência Artificial

Generative Tech, o novo Eldorado 

A nova queridinha do Vale do Silício está varrendo os recursos dos Venture Capitalists e se desenvolvendo numa velocidade não prevista pelos analistas. Prepare-se para encarar uma tecnologia que nos levará muito além da IA generativa n...

Com Oxygea, a Braskem mira no futuro

Inovação

Com Oxygea, a Braskem mira no futuro

O hub foi criado como uma empresa apartada da Braskem, mas apoia o desenvolvimento de startups capazes de solucionar os desafios ambientais da incumbente.

Nem sempre a IA funciona. Por que?

Inteligência Artificial

Nem sempre a IA funciona. Por que?

É possível resumir o que a inteligência de máquina faz muito bem com três Ps: padrões, probabilidades e performance. O problema é a falta de compreensão das características básicas do problema de negócios.

O desafio laboral da realidade virtual

Gestão

O desafio laboral da realidade virtual

Pesquisadores mapeiam desconfortos físicos e psicológicos que, hoje, impedem a produtividade neste ambiente. Frustração, fadiga visual, enxaqueca, náusea e ansiedade são citados.

O ranking para melhorar a relação entre startups e corporações

Inovação

O ranking para melhorar a relação entre startups e corporações

Com o ranking de Melhores Corporações para o Ecossistema Brasileiro de Startups, a The Bakery quer identificar as melhores práticas do mercado.