s
360°
Crédito: AE7

O escritório se aproxima da experiência do colaborador

No mundo mais “normalizado”, o escritório assume mais o papel de espaço de atração de pessoas, gerador de socialização e integração

Por Soraia Yoshida 22/03/2021

Projeto de escritório da Gensler, nos Estados Unidos

Quando for inaugurada, a Villa XP será um espaço de trabalho, mas também um ponto de atração para clientes, parceiros e candidatos da empresa, que farão um tour mensal pelas instalações que serão erguidas no interior de São Paulo. Em uma das salas, um grande painel vai mostrar onde está cada colaborador da companhia em tempo real, a partir de câmeras e informações. Para os visitantes, será a visão do que é o trabalho na XP.

No mundo mais “normalizado”, o escritório assume mais o papel de espaço de atração de pessoas, gerador de socialização e integração. “A relação do profissional com o escritório deve mudar um pouco, o escritório passa muito mais a ser um centro de convivência e de encontro dos profissionais que trabalham naquela companhia e das empresas parceiras”, acredita Alexandre Benedetti, diretor do Talenses Group, empresa de recrutamento e colocação de talentos. Para ele, o modelo Work Anywhere, em que o colaborador pode estar em casa, em um escritório compartilhado ou café com internet deve se popularizar, ainda mais quando grandes empresas como XP, iFood e Google já estão “compradas” pela tendência. “Quando a gente fala anywhere, é qualquer lugar mesmo, em outro estado ou outro país. A gente fala cada vez mais de posições indo para o Work Anywhere, principalmente para empresas que estão muito mais plugadas à economia digital”.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine