s
Créditos: (Sharon McCutcheon/Unsplash)
ECONOMIA

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Em cinco meses de 2022, o número de demissões já se iguala ao total de 2021. Sinais de falta de liquidez atingem principalmente as scale-ups

“A festa acabou”, afirma Rodrigo Fernandes, especialista em startups e partner da B.Side, citando Carlos Drummond de Andrade, ao comentar o atual cenário do mercado de startups de tecnologia. As últimas semanas foram marcadas por demissões em unicórnios como Mural e Robinhood. No Brasil, os cortes na folha de pagamento também já começaram. De acordo com o Layoffs.fyi, site que compila as demissões no ecossistema de inovação mundial, 110.267 empregados foram demitidos por 674 startups desde 11 de março de 2020 até 9 de maio de 2022.

Em cinco meses de 2022, 14.395 funcionários de startups globais foram demitidos (e esse número já inclui startups brasileiras). As demissões ainda estão abaixo das 80.879 pessoas que saíram entre março e dezembro de 2020, mas já são praticamente equivalentes ao número total de demissões dos doze meses de 2021 que, segundo os dados do Layoffs.fyi, somaram 14.993 pessoas.

As demissões não são o único indicativo de problemas do mercado, e os dados de investimento também apontam para o fim do bom momento de 2021. De acordo com o Crunchbase, as startups mundiais captaram US$ 47 bilhões em abril, o menor valor investido em empresas privadas em 12 meses. A queda sinaliza que a desaceleração constatada no primeiro trimestre é o começo de uma mudança de longo prazo no panorama de investimentos. O momento é ainda pior para as empresas no late-stage.

  • Companhias no estágio seed levantaram US$ 3 bilhões em abril. Os investimento de seed caíram de um mês para o outro, mas ainda cresceram 14% na comparação anual.
  • Com US% 14,3 bilhões, os investimentos de early-stage registraram o menor montante em 12 meses. A captação nesse estágio caiu mês contra mês e ficou estável ante abril de 2021.
  • O late-stage ficou estável na comparação mensal e caiu 19% ano contra ano.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A teia gigante da Economia das APIs

Tendências

A teia gigante da Economia das APIs

São a ponte entre diferentes ecossistemas e são as facilitadoras da inovação. O mercado financeiro nacional é o maior exemplo de que não podemos mais sobreviver sem elas

Créditos de carbono para compensar emissões e preservar as florestas

Tendências

Créditos de carbono para compensar emissões e preservar as florestas

Uma das startups que desenvolve o mercado voluntário no Brasil, a Carbonext atrela a compensação das emissões de CO2 à preservação da Amazônia.

Assim nasce uma mediatech

Tendências

Assim nasce uma mediatech

Globo investe em soluções proprietárias de métricas, modelos estatísticos e performance para otimizar a publicidade multiplataforma

O potencial de longo prazo das proteínas alternativas

Inovação

O potencial de longo prazo das proteínas alternativas

O atual cenário econômico é responsável pela desaceleração da indústria, mas produtos de proteína alternativa mantêm a relevância no longo prazo.

Tecnologia reduz o peso do combustível na logística

Economia

Tecnologia reduz o peso do combustível na logística

Ao digitalizar a relação entre postos e empresas de transporte, a logfintech Gasola consegue um desconto médio de R$ 0,25 por litro abastecido na plataforma

Embedded Finance: todas as empresas podem ser um banco

Tendências

Embedded Finance: todas as empresas podem ser um banco

Tendência mundial, o Embedded Finance é uma forma das marcas estreitarem a relação com o consumidor.