s
Crédito: Randalyn Hill/Unsplash
TENDÊNCIAS

Millennials e geração Z querem construir “novo normal” melhor

Jovens das gerações Y e Z se mostraram resilientes e participam ou querem estar envolvidas nas mudanças positivas em suas comunidades e no mundo

Por Soraia Yoshida 30/01/2021

Como deve ser o “novo normal” no trabalho? Mais empático, diverso, inclusivo e participativo, com uma profunda preocupação pelo planeta. Os trabalhadores da Geração Y (millennials) e da Geração Z (gen zers) esperam que seus empregadores reflitam seus valores de vida, entendam suas paixões e lhes deem espaço para desempenhar um papel ativo na mudança. De acordo com o estudo Deloitte Global Millennial Survey 2020, mesmo atingidos pela pandemia, os jovens dessas gerações querem ajudar a construir um “novo normal” melhor.

O report aponta que essas “gerações resilientes” querem estar envolvidas nas mudanças positivas em suas comunidades e também no mundo. “Precisamos reconstruir nossas comunidades e nossas economias de uma forma que nos torne mais fortes e mais resilientes”, afirnou Michele Parmelee, Líder Global de Pessoas e Propósito da Deloitte, comentando os resultados do estudo em um webinar da consultoria. “Os jovens são pioneiros com propósito. Eles se preocupam profundamente com o impacto social, com a diversidade, a inclusão, o meio ambiente. E a pandemia apenas aumentou seu impulso de contribuir”, acrescentou.

No cenário pós-pandemia, esses jovens profissionais entendem que é necessário enfrentar as desigualdades – sejam elas de origem socioeconômica ou raciais. E, da mesma forma que esperam que suas empresas compartilhem alguns dos mesmos propósitos, eles entendem que essa tem que ser uma bandeira também das organizações para as quais trabalham. “Os jovens esperam que suas organizações trabalhem além das fronteiras, que atendam a um conjunto mais amplo de stakeholders”, explicou Michele. Portanto, as empresas que se encaixarem nesse perfil, serão aquelas que provavelmente conseguirão atrair mais e melhores profissionais dessas gerações. “Acreditamos que se uma empresa não fizer isso, ela terá desafios para atrair e reter os melhores talentos e para atrair uma base ampla de consumidores”.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Relações de trabalho via Zoom são muito mais difíceis de construir

Carreira

Relações de trabalho via Zoom são muito mais difíceis de construir

Há duas maneiras importantes pelas quais os funcionários podem superar as desvantagens das chamadas em vídeo

Trabalhadores buscam direcionamento das lideranças

Liderança

Trabalhadores buscam direcionamento das lideranças

A falta de interação com os colegas tem impacto na cultura organizacional, mas não é razão para trazer os trabalhadores de volta ao escritório. Há um caminho a seguir

Por Scott F. Latham e Beth Humberd, The Conversation
Futuro do trabalho: como manter a cultura e o engajamento

Tendências

Futuro do trabalho: como manter a cultura e o engajamento

A evolução da experiência do trabalho em escritório para uma forma híbrida tem que passar por maneiras de engajar a equipe e preservar a cultura

Por Soraia Yoshida