s
Unsplash/Lagos Techie
STARTUPS

Falta de profissionais de tecnologia: uma oportunidade para as Edtechs

As empresas têm sofrido para preencher as vagas de tecnologia, mas as startups de educação profissional buscam solucionar esse descompasso

As empresas precisam de funcionários especializados em tecnologia para acompanhar a transformação digital, mas o país tem um problema: dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) estimam que o Brasil terá uma demanda de 420 mil profissionais de tecnologia até 2024, mas só forma 46 mil pessoas por ano. Existe um gap de talentos para atender a nova economia e as Edtechs buscam reduzir esse déficit com a oferta de cursos para a formação da força de trabalho de tecnologia, com iniciativas de upskilling e reskilling. A educação profissional também se provou uma oportunidade para as startups, que têm atraído cada vez mais alunos e investimento.

“Ainda vai demorar para atingirmos um ponto de equilíbrio entre a demanda e a oferta de profissionais de tecnologia. As empresas vão investir um bom tempo em educação porque as faculdades de ciências e engenharia da computação formam um número muito pequeno de pessoas, mas a base de empresas de tecnologia é crescente”, pontua Felipe Paiva, CEO da Let's Code. “A demanda por esses profissionais só está crescendo e o déficit tende a aumentar. Pode ser que cheguemos em um equilíbrio, mas sempre vai haver uma altíssima demanda porque a digitalização é um caminho inevitável”.

Com cursos de programação, a Let’s Code é apenas uma das Edtechs que buscam resolver o gap de profissionais para a área de tecnologia. O mercado está movimentado. Em outubro, a escola de formação de profissionais de tecnologia Trybe anunciou ter recebido um investimento de R$ 145 milhões. Um mês antes, a Edtech Tera lançou um curso online para formação de programadores iniciantes.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Transformação digital com propósito

Transformação Digital

Transformação digital com propósito

Se você vai realizar uma transformação digital, melhor ter certeza de que ela tem um propósito, que se alinha com o propósito da organização.

O negócio de fechar startups

Startups

O negócio de fechar startups

Empresas especializadas em fechar startups, como a Sunset e SimpleClosure, estão recebendo investimentos de milhões de dólares mostrado o início de um novo mercado.

O sucesso está na cabeça dos fundadores

Startups

O sucesso está na cabeça dos fundadores

Um novo estudo científico sobre startups dá uma nova dimensão à frase "personalidade de sucesso"

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Startups

Scale-ups para ficar de olho em 2024

Scale-ups são startups que chegaram à vida adulta e crescem, no mínimo 20% ao ano, sua receita recorrente. Sua habilidade de escalar os negócios merece ser estudada pelas empresas tradicionais, já que apenas uma em cada 200 startups ch...

2024, o ano dos unicorpses

Startups

2024, o ano dos unicorpses

Dez anos depois que o termo Unicórnio foi estabelecido o cenário atual está cada vez mais difícil para as startups conseguirem prosperar no mercado gerando vários “unicorpses”

Para onde correm os unicórnios?

Startups

Para onde correm os unicórnios?

Aileen Lee, sócia da Cowboy Ventures, dez anos depois de seu artigo "Welcome to the unicorn club" escreve uma nova análise sobre o futuro dessas empresas