s
Unsplash/ LinkedIn Sales Solutions
INOVAÇÃO

Femtechs ultrapassam US$ 1 bilhão em captação pela primeira vez

Elas brilham cada vez mais no mundo. Já, no Brasil, o ecossistema Femtechs ainda está sendo desenhado. Mas possui um grande potencial e também deve crescer rapidamente

O termo Femtech foi cunhado em 2016, pela cofundadora do aplicativo Clue, Ida Tin. Desde então, essas startups voltadas para a saúde da mulher ganharam força globalmente, e  uma delas, a Maven Clinic, até se tornou unicórnio em agosto. No Brasil, o ecossistema ainda está em sendo desenhado, mas há a expectativa de que o interesse dos investidores mundo afora acabe refletindo aqui. Espaço para crescer não falta, em uma país cuja população feminina era de 109,4 milhões (52,2% do total), em 2019.

Mundialmente, as Femtechs ultrapassaram a marca de captação de US$ 1 bilhão pela primeira vez em um ano, ao receberem US$ 1,147 bilhão em investimentos de venture capital até 7 de setembro de 2021, de acordo com o Pitchbook. Mesmo com o crescimento dos aportes nos últimos tempos, a análise é que mais capital precisa entrar na indústria para fomentar a inovação.

A expectativa é que o mercado global de Femtech atinja US$ 75,74 bilhões em 2026, de acordo com a Arizton Advisory & Intelligence. Vendo os movimentos internacionais e o número de problemas existentes no Brasil, o segmento é cheio de oportunidades e empreendedoras brasileiras acreditam que o ecossistema deve crescer rapidamente.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

Tendências

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

O atendimento remoto já era praticado, mas regulamentação deve fazer o modelo evoluir. Novas oportunidades de negócio foram criadas.

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

Inovação

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

O ex-CTO da NASA e CEO da Space Tech Astra, Chris Kemp, acredita que é necessário criar uma economia espacial aberta, na qual colaborações inventivas a tornem livre e competitiva.

Por Linda Lacina | Fórum Econômico Mundial
Energia perdida no ar para a Indústria 4.0

Internet das Coisas

Energia perdida no ar para a Indústria 4.0

Deep tech brasileira criou um método para reciclar ondas eletromagnéticas dispersas no ar como fonte de energia para dispositivos IoT. A solução se encaixa na crescente digitalização da Economia.

Venture Debt ganha tração no Brasil

Startups

Venture Debt ganha tração no Brasil

As vantagens? Capitalizar e alavancar o crescimento das empresas sem diluição societária e com ganhos maiores para os investidores credores, com direito a bônus se a startup for bem-sucedida

Correção no mercado latino: investimentos caem, mas otimismo se mantém

Tendências

Correção no mercado latino: investimentos caem, mas otimismo se mant...

Segundo estudo da LAVCA, 2022 já é o segundo melhor ano para os investimentos de Venture Capital na América Latina.