s
Estudo da Universidade de Harvard comprova que é possível transferir a felicidade para nosso trabalho Crédito: iStock
CARREIRA

Dá para ser mais feliz no trabalho?

Estudos indicam que é possível transferir a felicidade que se tem na vida privada para o mundo corporativo

Ser feliz no trabalho tem muito a ver com propósito, motivação e com saber perdoar erros – seus e dos outros. De acordo com uma pesquisa da Leadership IQ, se você é capaz de perdoar a si mesmo e não ficar remoendo tanto os erros, sua motivação aumenta em 65% em relação ao trabalho. E ainda aumenta em 40% suas chances de indicar essa mesma empresa para outras pessoas como um ótimo lugar para se trabalhar.

Naturalmente, não somos tão inclinados a perdoar: apenas 8% das pessoas têm níveis altos de “self forgiveness”, ou seja, de perdoar a si mesmo. E somente 12% fazem o mesmo em relação aos erros dos outros. Portanto, é uma habilidade que precisa ser desenvolvida com exercícios em que se pode questionar, por exemplo, esse erro é o fim da minha carreira?

Há outras abordagens. Em vez de esperar que a felicidade venha bater na sua porta, escolha um dia e o eleja como um dia especial. É basicamente isso que Lindsay Crouse defende neste artigo, em que conta como designava antecipadamente que a “quarta-feira seria a melhor noite da semana”. E era. Marcar experiências que, de outra forma, poderiam ser apenas uma noite diante da TV, é um componente da felicidade, segundo o Harvard Happiness Study, a maior e mais longa pesquisa sobre a felicidade.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Ikigai: o que é e como pode transformar sua liderança

Carreira

Ikigai: o que é e como pode transformar sua liderança

O que é ikigai e como ele pode transformar sua liderança e seus negócios para sempre?

Por Alex Liu, Fórum Econômico Mundial
Inovação demais também pode afastar talentos

Gestão

Inovação demais também pode afastar talentos

Uma cultura tóxica é o que mais causa atrito nas empresas, mas a corrida para tentar manter a ponta na inovação pode levar muitos profissionais a sair

Foco no colaborador: EX bem feito é diferencial para empresas

Tendências

Foco no colaborador: EX bem feito é diferencial para empresas

A experiência do colaborador seria a nova experiência do cliente? Pesquisas indicam que sim

RH: as principais tendências para o mundo do trabalho em 2022

Tendências

RH: as principais tendências para o mundo do trabalho em 2022

Do bem-estar à diversidade geracional, confira o que mudou e o que vai bombar nas empresas

Como o flow pode fazer diferença na sua vida em 2022

Carreira

Como o flow pode fazer diferença na sua vida em 2022

Estar no flow e como vivê-lo é importante para nossa saúde mental e bem-estar em geral

Por Richard Huskey, The Conversation
Inteligência de conexão é vantagem competitiva para lideranças

Liderança

Inteligência de conexão é vantagem competitiva para lideranças

Ao ampliar as conexões que fazem parte de sua rede, uma liderança consegue quebrar o círculo limitado de ideias e ainda se comunicar muito melhor com os stakeholders