s
Crédito: Pixabay
LIDERANÇA

Ética tem que estar na raiz do design das organizações

O pensamento ético sobre a tecnologia levanta questões como privacidade de dados e o viés algorítmico, que podem criar vulnerabilidades para as companhias

A maioria das organizações já tem consciência de que é fundamental garantir que a tecnologia que é empregada em suas iniciativas e operações é confiável. E por confiável estamos falando de segurança básica, privacidade, regulamentações nacionais etc. No Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) fez muita gente correr para entrar na conformidade. Mas já se discute agora os novos desafios éticos relativos às tecnologias emergentes e que, conforme a maneira que forem usadas, podem propagar maior desigualdade e perda de autonomia.

O pensamento ético sobre a tecnologia levanta questões como privacidade de dados e o viés algorítmico, que podem criar vulnerabilidades para as companhias. Essa discussão da ética na raiz do desenho das organizações foi levantada pelo Fórum Econômico Mundial (WEF, na sigla em inglês). No paper, a discussão é estipular os princípios e práticas que as organizações podem aplicar em suas operações para melhorar o uso ético da tecnologia.

Promover o uso responsável e ético de tecnologia deve considerar três componentes críticos:

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Avaliação de desempenho: o que muda na conversa com as equipes em 2020

Liderança

Avaliação de desempenho: o que muda na conversa com as equipes em 20...

Ainda conta a produtividade, as entregas do colaborador ou é preciso olhar mais à frente e pensar em flexibilidade, adaptabilidade e resiliência?

Por Soraia Yoshida
Futuro do trabalho: 5 prioridades para seu negócio dar certo

Economia

Futuro do trabalho: 5 prioridades para seu negócio dar certo

Ter estratégia, planejamento de talentos, aprendizagem, inovação e desenvolver a experiência do funcionário são essenciais para um ambiente de trabalho mais produtivo, eficiente e criativo

Por Redação The Shift
Trabalhadores buscam direcionamento das lideranças

Liderança

Trabalhadores buscam direcionamento das lideranças

A falta de interação com os colegas tem impacto na cultura organizacional, mas não é razão para trazer os trabalhadores de volta ao escritório. Há um caminho a seguir

Por Scott F. Latham e Beth Humberd, The Conversation