s
TENDÊNCIAS

Dados são a nova areia, provoca Tim O’Reilly

Nossos dados individuais não são tão valiosos. Reconhecer isso pode orientar como pensamos sobre seu uso indevido

Dados existem em abundância, mas não têm valor até que alguém os manipule e transforme. Essa lógica inspirou o matemático britânico Clive Humby a dizer que “os dados são o novo petróleo”, em 2006. Devemos refinar os dados para torná-los produtos e serviços úteis. Só então eles se tornarão valiosos. “Infelizmente, para muitas pessoas, a frase parece sugerir que nossos dados pessoais são como um poço de petróleo jorrando em uma fazenda no Texas e que deveríamos reivindicar uma participação acionária nos lucros decorrentes desses dados”, provoca Tim O'Reilly,  fundador e CEO da O'Reilly Media, em artigo para The Information.

Na sua opinião, o mais correto seria encarar os dados como areia. Tão abundante tanto, mas realmente desprovida de valor até que seja transformada em argamassas, concretos, vidros, silício. Não se extrai muito valor dos grãos de areia sem antes submetê-los a processos de produção tão caros quanto os produtos derivados.

O silício é uma matéria-prima essencial no semicondutor de óxido metálico-silício, mas não nos perguntamos "Qual é o valor da areia?" O valor é claramente criado pelas novas ideias e processos de fabricação que usam o silício como matéria-prima e nas aplicações que os chips semicondutores, por sua vez, tornam possíveis.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

A rotulagem de dados pessoais será fundamental nesta década

Inteligência Artificial

A rotulagem de dados pessoais será fundamental nesta década

Apesar da ideia de privacy label não ser nova – particularmente no campo de Internet das Coisas – um movimento da Apple, acompanhado pelo Google, pode finalmente impulsionar a sua adoção

Por Cristina De Luca
A gestão participativa de dados pede passagem

Tendências

A gestão participativa de dados pede passagem

O objetivo é auxiliar empresas, desenvolvedores e formuladores de políticas a entender melhor quais direitos consagrar e aumentar a confiança no compartilhamento e tratamento de dados

Por Cristina De Luca
Avanço da IA pressiona a governança de dados

Inteligência Artificial

Avanço da IA pressiona a governança de dados

Em particular, as empresas utilizarão a IA para oferecer uma melhor experiência ao cliente, bem como ajudar os funcionários a se tornarem melhores em seus empregos

Por Redação The Shift
Como ser competitivo em uma economia data-driven?

Tendências

Como ser competitivo em uma economia data-driven?

Estudo da Data Privacy Brasil analisa as dificuldades dos reguladores para aferir concentração de mercado em operações de M&A centradas em dados e sugere mudanças

Por Cristina De Luca
Compartilhar dados é bom para os negócios

Inovação

Compartilhar dados é bom para os negócios

Mesmo quando evidências apontam que todo mundo que participar pode sair ganhando, a mentalidade de data sharing ainda está emperrando na questão da confiança

Por Redação The Shift
Dê boas-vindas à era do 'Diálogo de dados'

Customer Experience

Dê boas-vindas à era do 'Diálogo de dados'

Em um mundo que prioriza a privacidade, o relacionamento de dados com as marcas requer um diálogo contínuo com o consumidor para convencê-lo a dar acesso a dados essenciais para as marcas

Por Redação The Shift