s
Ilustração criada pelo CDC revela morfologia dos coronavírus, do qual a Covid-19 faz parte Crédito: CDC
ECONOMIA DIGITAL

Covid-19 abre oportunidades para Open Innovation

Da publicação de pesquisas para a colaboração entre diferentes organizações, está claro que para chegar ao resultado que se espera mais rapidamente, a colaboração é essencial

Acreditar no poder da colaboração para enfrentar desafios rapidamente, reduzindo ao máximo as barreiras para inovar, mudar processos, prosperar, sempre foi um dos objetivos dos programas de Open Innovation. E  agora, em tempo de Covid-19, eles seguem, ajustando as velas para passar pelo mar revolto. “No mundo dos negócios, a crise do Covid-19 é uma oportunidade para parcerias benéficas entre corporações e startups”, defende Itai Green, fundador e CEO da Innovate Israel.

No mundo todo, grandes corporações têm procurado trabalhar com a comunidade de startups e parceiros para tentar resolver suas maiores dores nesse momento. Em tempos de crise, a velocidade é crucial, e quanto mais cedo as  empresas agirem, melhor para todos. A indústria farmacêutica que o diga. A Roche Canadá, por exemplo, tratou logo de criar o Desafio de Inovação COVID-19. A mobilização de milhares de cientistas, laboratórios de pesquisa, companhias farmacêuticas e funcionários governamentais aponta para o desenvolvimento e testagem de mais de 50 diferentes tratamentos e vacinas contra o novo coronavírus. Além disso, uma iniciativa do Gabinete de Política de Tecnologia e Ciência da Casa Branca disponibilizou artigos e pesquisas médicas em formato para leitura, com o intuito de acelerar a análise de material já existente que poderia identificar novos caminhos na luta contra a Covid-19.

A DataRobot, liberou sua plataforma de IA em colaboração com a Amazon Web Services (AWS), dando acesso gratuito às soluções de Machine Learning automatizado e de preparação de dados Paxata para os participantes da competição Kaggle, para pesquisas relacionadas à Covid-19.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

A pandemia inaugurou uma nova era de inovação urgente. A empresa de modelagem 3D CAD Crowd lançou uma competição para geração de protótipos de código aberto de objetos para espaços públicos que ajudem no combate à disseminação da doença. E a Kaspersky decidiu manter a segunda rodada do seu Innovation Hub, inclusive no Brasil, dessa vez voltado para o tema “proteção para toda a vida”, com inscrições abertas até o fim do mês.

No Brasila mineradora Vale, em colaboração com o Hospital Israelita Albert Einstein e a Rede Mater Dei de Saúde, busca soluções para o combate a Covid-19 nas temáticas: “Prevenção e rastreamento de risco”, “Triagem e Diagnóstico” e “Monitoramento e Acompanhamento de pacientes”, “Cuidados intensivos”. As inscrições estão abertas a empresas, startups, instituições, universidades e até mesmo profissionais que possuem soluções para garantir maior acesso da população. Um requisito é que as soluções tenham maturidade necessária para serem implantadas em até 15 dias (a contar da aprovação) e ser de baixo ou zero custo para o usuário final. Pensando em prevenção, as soluções poderiam identificar as áreas de risco para prevenir novas contaminações e atuar na educação dos cidadãos.

A The Shift  conversou com  alguns gestores de programas  de inovação aberta  em grandes corporações. Nesse primeiro momento, a maioria dá continuidade às parcerias já firmadas, e se prepara para rever o planejamento para 2020, uma vez que as prioridades mudaram.

  • No Pulse ainda estamos nos adaptando ao novo normal, tanto nós, quanto as startups. Todos tentando de alguma forma minimizar os obstáculos e continuar operando, afirma Fabio Mota, vice-presidente da Raízen.
  • Na Votorantin Cimentos estamos em período de fechamento do último desafio de 2019, de simulação da operação de agregados – digital twin. E justo no momento de definir o portfólio de desafios que deve ser lançado em 2020. Esse plano está de pé. Só deve ser postergado um pouco, comenta Renata Vinhas, coordenadora da plataforma VC Connect.
  • Estamos mantendo todo o nosso plano original de atuação com relação ao Programa de Fomento ao Empreendedorismo Feminino (WE Ventures) que a Microsoft idealizou, afirma Franklin Luzes, COO da Microsoft Participações.

Outras três iniciativas estão mapeando soluções de startups para desafios relacionados  ao combate ao coronavírus no Brasil, prontas para parcerias de Open Innovation: a Endeavor, a 100 Open Startups e a Abes.

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Tendências

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Segundo a empresa de pesquisas Canalys, é formado por 223 startups e empresas movimentaram US$ 3,9 bilhões em vendas de software, em 2021 e têm US$ 8,9 bilhões projetados para 2027

Nem sempre a IA funciona. Por que?

Inteligência Artificial

Nem sempre a IA funciona. Por que?

É possível resumir o que a inteligência de máquina faz muito bem com três Ps: padrões, probabilidades e performance. O problema é a falta de compreensão das características básicas do problema de negócios.

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

Tendências

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

O atendimento remoto já era praticado, mas regulamentação deve fazer o modelo evoluir. Novas oportunidades de negócio foram criadas.

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.

O desafio laboral da realidade virtual

Gestão

O desafio laboral da realidade virtual

Pesquisadores mapeiam desconfortos físicos e psicológicos que, hoje, impedem a produtividade neste ambiente. Frustração, fadiga visual, enxaqueca, náusea e ansiedade são citados.

Correção no mercado latino: investimentos caem, mas otimismo se mantém

Tendências

Correção no mercado latino: investimentos caem, mas otimismo se mant...

Segundo estudo da LAVCA, 2022 já é o segundo melhor ano para os investimentos de Venture Capital na América Latina.