s
Créditos: Unsplash/National Cancer Institute
INOVAÇÃO

Como as Healthtechs estão mudando a cara dos planos de saúde

As startups apostam em um modelo que alinha a atenção primária à tecnologia para promover a saúde entre os beneficiários do seus planos.

A Healthtech de gestão de saúde Alice tomou as manchetes em dezembro ao anunciar um Series C de US$ 127 milhões. A bolada fez a empresa ficar entre os 10 maiores aportes em startups da América Latina no último trimestre de 2021, segundo o CBInsights. O investimento chama a atenção para o grupo de Healthtechs focadas em transformar o segmento das operadoras de saúde - um setor dominado por empresas gigantes e ainda ineficiente. Ao aplicar uma estratégia baseada na atenção primária e na tecnologia, essas startups buscam oferecer um atendimento mais completo e centrado no paciente. O resultado é a promoção da saúde, não só a cura da doença.

Um ponto chave para as startups de plano de saúde é a capacidade de oferecer um atendimento mais completo com o acompanhamento de um médico da família ou um time de saúde. No modelo, as consultas com especialistas e os exames partem da equipe de profissionais focados na atenção primária.

De acordo com a OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde), a atenção primária à saúde é, geralmente, o primeiro ponto de contato com o sistema, oferecendo um atendimento abrangente, acessível e baseado na comunidade, que pode atender de 80% a 90% das necessidades de saúde de uma pessoa ao longo da vida. O conceito se baseia no cuidado e não apenas no tratamento de doenças ou condições específicas.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Para as startups, onde tem vontade, tem dinheiro?

Startups

Para as startups, onde tem vontade, tem dinheiro?

Cinco "feras" da comunidade de empreendedorismo da América Latina se juntam para explicar como funciona a cabeça dos VCs e como levantar dinheiro para startups em 2023

Quer inovar? Olhe para dentro

Inovação

Quer inovar? Olhe para dentro

Ao apostar no empreendedorismo interno, as empresas aproveitam o talento dos colaboradores e aumentam as chances de inovar de forma acelerada.

Cogumelado: funghi-based é outra alternativa para a carne

Startups

Cogumelado: funghi-based é outra alternativa para a carne

Com produtos enlatados, hambúrguer e linguiça de cogumelo, a foodtech Cogumelado quer trazer uma boa experiência para quem busca comer menos carne.

Alinhadas com o ESG, startups de impacto querem solucionar problemas

Startups

Alinhadas com o ESG, startups de impacto querem solucionar problemas

O ecossistema brasileiro de startups de impacto está ganhando forma. As soluções podem ajudar empresas a atingirem as metas ESG e governos a lidarem com questões socioambientais

IA e a construção da estratégia

Inteligência Artificial

IA e a construção da estratégia

A IA estratégica é uma ferramenta que pode simplificar a vida dos executivos. Um meio de acelerar o impacto, lidar com disrupções e desbloquear novas oportunidades de mercado. Mas ela deve servir ao negócio e não o contrário.

Startups impulsionam geração de melhores serviços de Open Finance

Fintechs

Startups impulsionam geração de melhores serviços de Open Finance

Os dados são centrais no Open Finance, mas nem sempre os bancos conseguem gerar valor a partir das informações. Startups ajudam a criar melhores produtos de finanças abertas com a conversão de dados dos usuários em insights.