s

TENDÊNCIAS

3 tendências em sportstech: as inovações na indústria esportiva

Setor vai movimentar US$ 31 bilhões em 2024 e impacta o mercado esportivo por meio de redução de custos e maior engajamento com os fãs

Por Redação The Shift 22/03/2021

O mercado de startups com soluções voltadas à indústria esportiva está em crescimento acelerado. Avaliado em US$ 8,9 bilhões em 2018, a expectativa é que o setor de sportstech cresça 20% em média por ano e chegue a movimentar US$ 31 bilhões em 2024. 

Segundo o relatório Sports Techs de 2020, da Liga Ventures, o Brasil é líder no mercado de tecnologia esportiva da América Latina, sendo lar de quase 60% das sportstechs da região, além de concentrar os maiores investimentos deste setor. Na época, foram mapeadas 135 startups esportivas no país. 

Para Vinicius Gholmie, fundador da iSportistics, conteúdo e desenvolvimento técnico de atletas são as principais áreas de impacto para as tecnologias no âmbito esportivo. “Ambos absolutamente envolvidos com tecnologia e com o uso de dados”, diz o empreendedor. A startup da qual Vinícius é CEO usa Inteligência Artificial (IA) e visão computacional tanto para levar mais engajamento em transmissões esportivas quanto para potencializar a análise de desempenho nos clubes. 

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Futebol brasileiro gera oportunidades para ecossistema de inovação

Entrevista

Futebol brasileiro gera oportunidades para ecossistema de inovação

Em entrevista exclusiva, Eduardo Dias, CEO da Footure, afirma que profissionais de fora da indústria serão responsáveis por levar tecnologia e inovação ao esporte

Por João Ortega
Do esporte ao e-sport: clubes migram de mercado por novos torcedores

The Shift 360°

Do esporte ao e-sport: clubes migram de mercado por novos torcedores

Por João Ortega
Empresas também podem lucrar com a onda NFT

Tendências

Empresas também podem lucrar com a onda NFT

Seja por intermédio de campanhas de marketing ou de criação de um novo negócio, há benefícios para aquelas que forem criativas e precavidas quanto aos meandros legais

Por Cristina De Luca