s
Investidor ativo manteve interesse nas startups mesmo com a pandemia Reprodução/Scott Graham
ECONOMIA

Volume de investimento anjo cai 20% com pandemia

Segundo a pesquisa da Anjos do Brasil, os investidores passivos foram os grandes responsáveis pelo recuo dos aportes no ano passado

Ninguém esperava, mas a pandemia chegou em 2020. Uma das consequências da crise de saúde pública foi a redução de 20% no volume de investimento-anjo no Brasil na comparação com 2019. Os dados são de uma pesquisa realizada pela Anjos do Brasil, que indica que o total investido dessa modalidade em startups ficou em R$ 856 milhões em 2020 - R$ 211 milhões a menos que o montante registrado no ano anterior e no mesmo patamar que em 2016.

O retrocesso de quatro anos no montante pode ser explicado pelo formato da aplicação. Diferente dos fundos Venture Capital, o investimento anjo é feito com capital próprio. Muitos desses investidores são empresários e executivos, que também foram afetados economicamente pela pandemia. O problema realmente não foi a falta de oportunidades de investimento, já que a pandemia impulsionou os negócios digitais, grande área de atuação das startups.

Os investidores passivos, aqueles que são procurados por empreendedores e investem oportunisticamente, são os grandes responsáveis pela freada no investimento-anjo. Já os proativos, que procuram startups para investir participando de grupos, registraram um crescimento no volume de investimento aplicado. Entretanto, no final das contas, a queda não foi compensada.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Sustentabilidade: 50 startups para ficar de olho

Startups

Sustentabilidade: 50 startups para ficar de olho

A lista foi gerada a partir da indicação de mais de 800 startups early-stage feitas por um painel de 25 especialistas em 5 continentes

Por Silvia Bassi
Por que construir uma AI DAO?

Inteligência Artificial

Por que construir uma AI DAO?

Porque para construir DAOs de sucesso, precisamos de máquinas inteligentes

Por Cristina De Luca
O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

Inovação

O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

De olho em novos investidores, o BTG Pactual vai lançar uma plataforma de criptomoedas. É o primeiro banco nacional a fazer esse movimento, mas outros players estão de olho

Por Marina Hortélio
Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Inovação

Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Cada vez mais, os pequenos produtores africanos estão adotando tecnologia, o que pode destravar o potencial produtivo do continente.

Por Nita Bhalla, Thomson Reuters Foundation
Quanto o mundo perde com a falta de conexão para mulheres?

Economia

Quanto o mundo perde com a falta de conexão para mulheres?

A conectividade também esbarra em questões de gênero e impacta desenvolvimento, educação e empregos

Por Soraia Yoshida
A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio