s
Caio Nunes é médico e cofundador da startup Sanar, que cria soluções para médicos e estudantes de µedicina

ENTREVISTA

Uma startup para atender médicos e estudantes de Medicina

Com produtos que vão da educação ao suporte para decisões médicas, a Sanar apoia profissionais e estudantes com o objetivo de melhorar a saúde, diz o cofundador Caio Nunes

Nem uma edtech, nem uma healthtech. Na opinião de seu cofundador, o médico Caio Nunes, a Sanar é mesmo uma medtech, cujo propósito é ajudar os médicos a tornar a medicina melhor. O trabalho rendeu à companhia um posto na lista da Exame das 50 startups que mudam o Brasil.

Desde que foi fundada, em 2014, a startup procura atender as demandas dos profissionais e estudantes de Medicina e, assim, impactar o sistema de saúde. A tecnologia é a principal aliada nesse processo.

"O ponto de partida foi a educação. Uma estratégia para facilitar o ganho do maior ativo da empresa hoje: a atenção dos profissionais", explica Nunes.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

A vez das healthtechs

Entrevista

A vez das healthtechs

A saúde móvel ganhou maior visibilidade com a crise do Covid-19 e será dominante em alguns anos, aposta Michel Glezer, diretor da Qualcomm Ventures

Por Cristina De Luca
Futuro da cirurgia será virtual e está chegando ao Brasil

Inovação

Futuro da cirurgia será virtual e está chegando ao Brasil

Equipamentos de última geração e avanços em robótica e IA estão transformando salas de operação

Por João Ortega
Healthtech: hora de crescer e aparecer

Tendências

Healthtech: hora de crescer e aparecer

A atual digitalização do setor está focada em três pilares: redução de custos e ineficiências, melhor experiência de pacientes e maior velocidade nos diagnósticos e tratamentos

Por Redação The Shift