s
O CEO do Get Ninjas Eduardo L'Hottelier Crédito: Divulgação
ENTREVISTA

Um futuro promissor para o trabalho

Desde que fundou a Get Ninjas em 2011, Eduardo L'Hottelier abriu um novo caminho para 1,7 milhão de profissionais autônomos que passaram a ter acesso a uma plataforma digital que une clientes a serviços

Por João Ortega 11/09/2020

Não é exagero algum afirmar que Eduardo L’Hotellier é um otimista para o futuro do trabalho. E por que seria diferente? O GetNinjas, startup que fundou e lidera desde 2011, abriu um novo caminho para 1,7 milhão de profissionais autônomos acessarem um universo de clientes que estava fora do alcance deles antes do surgimento das plataformas digitais. “É uma união de tecnologia e propósito”, destaca o empreendedor.

Só no ano passado, os serviços contratados por meio do aplicativo movimentaram R$ 1,2 bilhão em três mil cidades brasileiras. O GetNinjas se posiciona como uma plataforma “horizontal e monogâmica”, ou seja, cobre todas as categorias de profissionais autônomos –  de professor particular a animador de festa infantil –  e foca na fidelidade entre o cliente e o contratado. “É diferente dos apps de transporte e delivery, em que cada transação é com um profissional diferente”, explica.

Apesar das diferenças, todas as plataformas digitais de serviços estão inseridas no contexto maior da gig economy. “Teremos uma sociedade em que as pessoas controlam melhor seus horários, têm acesso a mais fontes de renda e haverá maior comodidade para o cliente”, antevê Eduardo. “Por conta das novas tecnologias, o futuro do trabalho será muito mais meritocrático”, afirma.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Entrevista

"As mulheres não são convidadas para fazer parte da panelinha dos bo...

Cynthia Hobbs, CFO do GetNinjas, faz parte de um grupo reduzido de mulheres que procuram ampliar a presença feminina no alto escalão das companhias e nos conselhos das empresas

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Inovação

Apoio à inovação: a virada digital da Arezzo&Co

Fechar parcerias com as startups é uma parte fundamental do processo de transformação digital do grupo

A startup brasileira na corrida pelo peixe cultivado

Inovação

A startup brasileira na corrida pelo peixe cultivado

Com o foco em 4 espécies, a Sustineri Piscis é a primeira foodtech brasileira a produzir pescado cultivado em laboratório

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Entrevista

Ela comprou a luta contra o desperdício de energia elétrica

Para a brasiliense Viviane Cabral, CEO da Zinng, está mais que na hora das empresas brasileiras se conscientizarem que investir em eficiência energética é investir em aumento de produtividade

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Inovação

É realmente possível possuir algo no metaverso?

Um professor de direito alerta que possuir um NFT de um item digital pode não ser suficiente para garantir a posse desse bem.

Por João Marinotti, The Conversation
Pill digitaliza a farmácia para gerar mais valor para o paciente

Inovação

Pill digitaliza a farmácia para gerar mais valor para o paciente

A digitalização das farmácias pode escalar um modelo de atendimento farmacêutico mais próximo e personalizado.