s
O CEO do Get Ninjas Eduardo L'Hottelier Crédito: Divulgação
ENTREVISTA

Um futuro promissor para o trabalho

Desde que fundou a Get Ninjas em 2011, Eduardo L'Hottelier abriu um novo caminho para 1,7 milhão de profissionais autônomos que passaram a ter acesso a uma plataforma digital que une clientes a serviços

Por João Ortega 11/09/2020

Não é exagero algum afirmar que Eduardo L’Hotellier é um otimista para o futuro do trabalho. E por que seria diferente? O GetNinjas, startup que fundou e lidera desde 2011, abriu um novo caminho para 1,7 milhão de profissionais autônomos acessarem um universo de clientes que estava fora do alcance deles antes do surgimento das plataformas digitais. “É uma união de tecnologia e propósito”, destaca o empreendedor.

Só no ano passado, os serviços contratados por meio do aplicativo movimentaram R$ 1,2 bilhão em três mil cidades brasileiras. O GetNinjas se posiciona como uma plataforma “horizontal e monogâmica”, ou seja, cobre todas as categorias de profissionais autônomos –  de professor particular a animador de festa infantil –  e foca na fidelidade entre o cliente e o contratado. “É diferente dos apps de transporte e delivery, em que cada transação é com um profissional diferente”, explica.

Apesar das diferenças, todas as plataformas digitais de serviços estão inseridas no contexto maior da gig economy. “Teremos uma sociedade em que as pessoas controlam melhor seus horários, têm acesso a mais fontes de renda e haverá maior comodidade para o cliente”, antevê Eduardo. “Por conta das novas tecnologias, o futuro do trabalho será muito mais meritocrático”, afirma.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Aproveite a promoção e assine

Um amigo do clima, acima de tudo

Entrevista

Um amigo do clima, acima de tudo

Impulsionar a transição para uma economia de baixo carbono, usando tecnologias desenvolvidas no Brasil, é o propósito que move Felipe Bittencourt à frente da B-Corp WayCarbon

O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

Inovação

O boom das criptomoedas atrai empresas para o setor

De olho em novos investidores, o BTG Pactual vai lançar uma plataforma de criptomoedas. É o primeiro banco nacional a fazer esse movimento, mas outros players estão de olho

Por Marina Hortélio
Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Inovação

Como as tecnologias digitais auxiliam os agricultores africanos

Cada vez mais, os pequenos produtores africanos estão adotando tecnologia, o que pode destravar o potencial produtivo do continente.

Por Nita Bhalla, Thomson Reuters Foundation
A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio
A moda é uma ferramenta de expressão muito poderosa

Entrevista

A moda é uma ferramenta de expressão muito poderosa

Como Gerente Executivo do Instituto C&A, Gustavo Venancio Narciso é parte ativa da mudança que ele quer ver na maneira como a moda é produzida e por quem

Por Soraia Yoshida
Lawtechs e legaltechs: a mudança da Justiça brasileira

Inovação

Lawtechs e legaltechs: a mudança da Justiça brasileira

Com tecnologia, as startups jurídicas ajudam a criar uma Justiça mais eficaz, transparente e acessível

Por Marina Hortélio