s
Pesquisa foi conduzida pelo Microsoft Human Factors Lab com 14 pessoas participando de videoconferências demonstra o cansaço mental causado pelo excesso de reuniões online
TENDÊNCIAS

Trabalho híbrido: estamos “fervendo o sapo”?

A nova versão do estudo da Microsoft, Work Trend index Special Report, mostra que empresas e gestores não estão sabendo como lidar com as mudanças ocorridas no ambiente de trabalho ou estão "cozinhando o sapo" do trabalho híbrido para voltar ao modelo 100% presencial

Por Silvia Bassi 08/12/2022

A expressão em inglês é  "back-to-back", que, em português, pode ser traduzida como "uma atrás da outra". Pode ser muito bom - vitórias back-to-back em jogos da Copa são sensacionais. Mas também pode ser um grande desastre. Uma pesquisa da Microsoft mostra que pular de uma videoconferência para outra no trabalho, sem intervalos, gera acúmulo de beta waves (responsáveis por stress) no cérebro, diminui a habilidade de engajar e manter o foc e provoca picos de tensão ao longo do período.

A pesquisa foi conduzida pelo Microsoft Human Factors Lab com 14 pessoas participando de videoconferências enquanto usavam equipamento de eletroencefalograma (EEG) para monitorar a atividade elétrica em seus cérebros. Os participantes eram profissionais da Microsoft e de outras empresas, baseados nos EUA, que trabalham normalmente em modo remoto.

Cada pessoa participou de duas semanas de teste. Na primeira semana, metade do grupo participou de quatro reuniões consecutivas de meia hora (duas horas contínuas), sendo cada reunião para tratar de um assunto diferente. A outra metade teve quatro encontros de meia hora, também diversos, só que com intervalos de 10 minutos entre eles, nos quais usaram o app Headspace para meditar. Na segunda semana, os grupos trocaram de posição: os back-to-back tiveram intervalo, e vice-versa.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A Construção Criativa pede passagem

Liderança

A Construção Criativa pede passagem

Pesquisas da EY,BCG e McKinsey mostram quais são as atitudes e tendências que os CEOs do mundo todo estão adotando para crescer nos negócios e obter melhores resultados

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Tendências

Direto de Dubai, as megatrends 2024

Relatório aponta tendências que merecem um olhar atento da parte da iniciativa privada e do setor público. Na lista há velhos conhecidos como DeFi, e coisas revolucionárias, como upcycling.

Teses cripto para 2024

Tendências

Teses cripto para 2024

Os últimos 12 meses testaram a resiliência da criptoeconomia, pavimentaram a aproximação com as finanças tradicionais, ampliaram as regulações e abriram caminho para a tokenização de ativos

Fronteiras da tecnologia em 2024

Inovação

Fronteiras da tecnologia em 2024

A criatividade dos investidores de risco corre solta quando se trata de imaginar as novas fronteiras possíveis para a tecnologia em 2024. E há muito alinhamento com os analistas de mercado

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Gestão

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Chegou a época do ano de fazer balanço e, de segurar aquelas pessoas que fazem a diferença na empresa. Já ouviu falar de "stay interviews"?

Tecnologia estética é a grande aliada da longevidade

Tendências

Tecnologia estética é a grande aliada da longevidade

A tecnologia levou ao mercado de estética diversas opções que garantem a individualidade e personalidade dos pacientes, atendendo a mais questões com maior segurança e eficiência

Por Thalita Herek *