s
PRODUTIVIDADE

Tente evitar a linguagem empresarial

Só assim será possível melhorar a comunicação com os stakeholders

Você precisa de um guia “acionável” para obter sucesso “intangível” ao conversar com os “heavy hitters” da Fortune 500? Ou seu chefe fica ligando para você em suas férias, dizendo que você precisa ser mais “blue-skying” em seu “elevator pitch” no  próximo “all-hands meeting”?

Se isso faz algum sentido para você, você deve estar familiarizado com o mundo dos negócios e sua própria linguagem. Nos últimos anos, a linguagem empresarial assumiu o controle de muitos escritórios, tornando-se até mais comum em todo o mundo, com o aumento dos ambientes de trabalho em casa e do trabalho remoto.  Mas para aqueles que são estranhos ao ambiente corporativo ou recém-chegados ao mundo dos negócios, essa “linguagem empresarial” — ou linguagem específica que usamos no trabalho — pode ser jargão, quase sempre confuso e até excludente.

Não precisa ser assim, diz o jornalista e comediante Bob Wiltfong. Apresentando um punhado de siglas e frases corporativas que não fazem muito sentido sem contexto, ele dá três dicas sobre como eliminar o “business speak” do discurso comercial para podermos todos melhor entender uns aos outros no trabalho.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Inclusão pode ser a resposta para a crise do burnout

Liderança

Inclusão pode ser a resposta para a crise do burnout

As empresas precisam trabalhar a inclusão muito além do onboarding, criando um espaço em que as pessoas se sentem seguras para se expressar

Pontos de inflexão são oportunidades

Produtividade

Pontos de inflexão são oportunidades

Pontos de inflexão podem gerar diversas transformações para um projeto, porém se foram bem planejadas e implementadas podem levar a diversos casos de sucesso diz estudo feito pela EY

O mito da multitarefa sobrevive. Até quando?

Produtividade

O mito da multitarefa sobrevive. Até quando?

Em um mundo cada vez mais acelerado a multitarefa acaba sendo glorificada, mas pode levar a uma produtividade 40% menor. Podemos levar 9,5 minutos para recuperar o ritmo de trabalho.

Tente evitar a linguagem empresarial

Produtividade

Tente evitar a linguagem empresarial

Só assim será possível melhorar a comunicação com os stakeholders

Monitoramento da produtividade: Prós e contras

Produtividade

Monitoramento da produtividade: Prós e contras

Ficar de olho nas atividades dos profissionais pode ser uma grande estratégia de crescimento para as organizações, mas é preciso tomar cuidado para o tiro não sair pela culatra

Previsões para o futuro da Inteligência Corporativa

Inteligência Artificial

Previsões para o futuro da Inteligência Corporativa

Saiba o que será preciso para estar bem posicionado e, de quebra, melhorar a resiliência digital, a agilidade e a inovação