s
TENDÊNCIAS

Retail Media: abalos sísmicos no marketing digital

A maioria dos profissionais de marketing planeja manter ou aumentar os gastos com retail media, tirando proveito do first-party data. Uma péssima notícia para Google e Meta

Por Silvia Bassi 20/07/2023

O duopólio Google e Meta na publicidade digital está ameaçado por mudanças sísmicas, como descreve a Wunderman Thompson, gerado pela retail media (media de varejo), considerada a terceira onda do marketing digital. E segundo a Insider Intelligence, 2023 será o ano do seu ponto de inflexão.

Na virada da década, a terceira onda encontrou a combinação perfeita: os escândalos com o uso indevido dos dados dos usuários (basta lembrar de Cambridge Analítica); a criação de leis de proteção à privacidade dos dados pessoais (GDPR na Europa, LGPD no Brasil) que levou ao fim dos cookies; e a pandemia, que forjou uma mudança definitiva no comportamento de compras dos consumidores para o mundo do e-commerce, apoiada pela mobilidade e pelas novas tecnologias, incluindo Inteligência Artificial.

A retail media move o dinheiro da publicidade para as redes de varejo online, que montam suas RMNs (Retail Media Networks) e inserem anúncios nos seus sites de compra, tirando proveito do first-party data, dados concedidos diretamente pelos usuários, incluindo comportamento de compras e interesse. Atraem grandes anunciantes e monetizam duplamente sua base de clientes fiéis: ganham nas vendas e geram um colateral bilionário com a receita publicitária. Uma pesquisa do BCG estima que a margem de lucro varia de 60% a 90%.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Futuro das fintechs pode incluir biofintechs e sistemas à prova de invasão quantum

Tendências

Futuro das fintechs pode incluir biofintechs e sistemas à prova de in...

O futurista Bernard Marr lista as principais tendências de fintechs que vnao crescer nos próximos dez anos. Confira a lista completa

Saúde é a próxima aposta das Big Techs em negócios de bilhões

Tendências

Saúde é a próxima aposta das Big Techs em negócios de bilhões

Amazon, Google, Microsoft e Nvidia estão entre as empresas que investem em IA e computação em nuvem para desenvolver novos medicamentos e serviços de saúde

IA Generativa está mudando o perfil dos empregos

Tendências

IA Generativa está mudando o perfil dos empregos

As empresas estão contratando pessoas com conhecimento ou familiaridade com a IA Generativa, mas ainda precisam investir na mudança de processos. Entenda

Com tanta urgência no mundo, será que dá para falar em desacelerar? 

Tendências

Com tanta urgência no mundo, será que dá para falar em desacelerar?...

É importante pensar no assunto, porque esse é o grande desejo dos consumidores segundo a 10⁠ª edição do The Future 100, realizado pelo grupo de publicidade VML

O poder dos superfãs

Tendências

O poder dos superfãs

Uma legião de superfãs, e o apreço das novas gerações pela IA Generativa, sinalizam novas oportunidades de receita para as empresas de Mídia e Entretenimento Digital, diz a Deloitte.

Aproveite a era das mudanças quânticas

Tendências

Aproveite a era das mudanças quânticas

Mudanças quânticas trazem grandes oportunidades, mas é fundamental entender completamente o cenário para não errar a mão. Um novo relatório tem uma lista de 50 delas.