s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

À medida que a adoção da IA ​​aumenta rapidamente, é fundamental que a ética da IA ​​progrida de teorias abstratas para práticas concretas, sob a batuta dos executivos das áreas de negócios

Se você soubesse que o pedido de crédito de um cliente foi rejeitado sem justificativa discernível, você toleraria a decisão? Se um médico sem acesso à literatura médica mais recente recomendasse que um ente querido fosse submetido a um procedimento invasivo, você autorizaria a cirurgia? Certamente não.

Áreas críticas de julgamento — especialmente decisões que impactam diretamente a vida e o bem-estar de outras pessoas — são regidas por padrões de ação apropriada. Os seres humanos vivem por normas éticas governadas pela comunidade, impostas por leis, regras, pressões sociais e discurso público. Embora a ética possa variar ao longo do tempo e entre as culturas, ela tem desempenhado um papel crucial na orientação das decisões desde o início da civilização humana.

Para os negócios, o viés algorítmico e a ética da IA se tornaram grandes problemas. Muitas empresas temem que seus sistemas automatizados discriminem, arriscando problemas legais, regulatórios e de reputação. O medo retardou a implantação da IA em muitos setores. Também abriu toda uma sub-indústria de consultores e fornecedores de software que vendem ferramentas para detectar vieses algorítmicos e tentar mitigá-los.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

A ética dos dados, a ética dos algoritmos e a ética das práticas devem embasar as propostas de legislação que busquem provocar a internalização de conceitos de “certo” ou “errado”

Por Gustavo Artese*, especial para The Shift
“Precisamos entender e controlar os algoritmos”

Inteligência Artificial

“Precisamos entender e controlar os algoritmos”

A cineasta Shalini Kantayya fala sobre o que aprendeu com o documentário “Coded Bias”, que explora os efeitos do viés algorítmico

Por Redação The Shift
Algum dia a IA será completamente imparcial?

Inteligência Artificial

Algum dia a IA será completamente imparcial?

Tecnicamente, sim. Um sistema de IA pode ser tão bom quanto a qualidade de seus dados e o design de seus modelos. Por isso é tão importante neutralizar os vieses cognitivos dos algoritmos

Por Cristina De Luca
Chegou a hora de dar mais humanidade para a Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

Chegou a hora de dar mais humanidade para a Inteligência Artificial

O que está em jogo? Tornar a tecnologia melhor para os negócios e para os humanos, apostando no trabalho de super equipes e no controle das ameaças decorrentes do viés algorítmico

Por Redação The Shift
Conversas indispensáveis sobre ética e IA

Inteligência Artificial

Conversas indispensáveis sobre ética e IA

Sem que essas conversas aconteçam, será difícil passar das preocupações abstratas para os planos acionáveis

Cuidado com termos como

Inteligência Artificial

Cuidado com termos como "IA para Todos"

Para a sociedade civil, existe um receio de que as Big Techs controlem a Inteligência Artificial