s
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

A ética dos dados, a ética dos algoritmos e a ética das práticas devem embasar as propostas de legislação que busquem provocar a internalização de conceitos de “certo” ou “errado”

Por Gustavo Artese*, especial para The Shift 13/04/2022

Com o devido mérito, considerando a importância do tema para os negócios e para a sociedade contemporânea, têm recebido bastante atenção os esforços para regular o desenvolvimento e utilização da inteligência artificial (IA), tanto no Brasil, quanto no exterior.

Lá fora, neste mesmo mês de abril do ano passado, a Comissão Europeia propôs Regulamento com o objetivo de harmonizar leis sobre o tema na região. A proposta de Regulamento sugere a categorização de usos de IA em 4 níveis de risco, partindo do nível mínimo e chegando ao risco inaceitável. Nos EUA, apesar da menção a possíveis iniciativas legislativas, a tendência, seguindo a tradição americana, é que a regulação seja setorial e originada em suas agências reguladoras, com destaque para Federal Trade Commission.

Aqui no Brasil os esforços são ainda mais recentes. Em 30 de março último, o Senado Federal instalou comissão responsável por elaborar projeto de regulação para o setor, a qual, como primeiro ato, instituiu prazo, até 13 de maio de 2022, para receber contribuições ao projeto em regime de consulta pública.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Como detectar conteúdo gerado pela IA

Inteligência Artificial

Como detectar conteúdo gerado pela IA

Para todo veneno há um antídoto. A IA Generativa surgiu e maravilhou a todos com sua capacidade infinita de criação. Porém, em seguida, acordamos para sua face negra. Agora, empresas lançam soluções para detectar plágios no conteú...

IA e a construção da estratégia

Inteligência Artificial

IA e a construção da estratégia

A IA estratégica é uma ferramenta que pode simplificar a vida dos executivos. Um meio de acelerar o impacto, lidar com disrupções e desbloquear novas oportunidades de mercado. Mas ela deve servir ao negócio e não o contrário.

IA Descentralizada e para as massas

Inteligência Artificial

IA Descentralizada e para as massas

No ano passado, a “descentralização” da IA permitiu que um conjunto mais amplo de empresas e indivíduos interagisse com modelos de aprendizado profundo, antes restritos a instituições com grandes conjuntos de dados. A DeAI estará...

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

Inteligência Artificial

Em 2023, a IA ultrapassará os limites

A partir de 2023, o relógio acelerará. Ferramentas de IA baseadas em linguagem e imagem chegarão aos produtos muito rapidamente. Haverá avanços em direção à Inteligência Artificial Geral (AGI) e certamente veremos uma outra onda de...

A nomeação de um comitê de risco ético de IA é para ontem

Inteligência Artificial

A nomeação de um comitê de risco ético de IA é para ontem

Abordagens padrão ignoram dezenas de possíveis problemas éticos. Para melhor mitigar os riscos, as empresas precisam de recomendações de um grupo multidisciplinar, com autoridade para emiti-las

A IA mais inteligente é burra sem pessoas

Inteligência Artificial

A IA mais inteligente é burra sem pessoas

A IA está em constante mudança e prestes a crescer em poder e influência. Este foi o ano da IA Generativa e com ela aprendemos que apps como o ChatGPT sabem como responder, mas não a resposta em si. Entretanto, uma coisa é certa: a Int...