s
Crédito: Chincotech
SEGURANÇA

O reconhecimento facial no mundo

As empresas de reconhecimento facial contam com “passaportes de imunidade” para coronavírus, uma aplicação que ajuda no combate ao vírus, mas levanta questionamentos sobre privacidade

Nos últimos 10 anos, o uso da tecnologia de reconhecimento facial na vigilância tornou-se cada vez mais comum em todo o mundo. Programas de computador que analisam imagens de rostos humanos para identificá-los são usados para identificar criminosos e podem até encontrar crianças perdidas em questão de segundos.

Recentemente, as empresas de reconhecimento facial lançaram “passaportes de imunidade” para coronavírus nos EUA e no Reino Unido. Aplicações que, apesar de bem intencionadas, vêm levantando questionamentos importantes sobre os impactos na privacidade dessa vigilância generalizada.

No total, 109 países já usam ou aprovaram o uso da tecnologia, como mostra o levantamento feito pela Surfshark, sumarizado neste infográfico da Visual Capitalist. Apenas três países no mundo, incluindo Bélgica e Luxemburgo, se opõem oficialmente ao uso da tecnologia.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Já recebe a newsletter? Ative seu acesso

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

A maioria dos países da América do Sul tem recorrido ao reconhecimento facial em ações de segurança pública, para reprimir crimes. No Brasil, a tecnologia ajudou a capturar o segundo criminoso mais procurado da Interpol. E nossas autoridades planejam criar um banco de dados biométrico dos cidadãos. Quem já baixou o novo aplicativo do CPF para celulares Android e iOS se surpreendeu com a captura detalhada do rosto para ter acesso ao documento.

Mapa de reconhecimento facial ao redor do mundo Crédito: Visual Capitalist

O que é CRISPR?

Tendências

O que é CRISPR?

A resposta simples? Uma tecnologia usada para editar genes e mudar o mundo! O CRISPR tem "impacto revolucionário nas ciências da vida", segundo o comitê do Prêmio Nobel, que concedeu às pesquisadoras o Nobel de Química, em 2020

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Tendências

O horizonte bilionário dos ecossistemas de canais

Segundo a empresa de pesquisas Canalys, é formado por 223 startups e empresas movimentaram US$ 3,9 bilhões em vendas de software, em 2021 e têm US$ 8,9 bilhões projetados para 2027

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Tendências

E a grande fusão do Ethereum aconteceu

Às 3h59 da madrugada de 15 de setembro, aconteceu finalmente o encerramento do "The Merge", a grande fusão da rede blockchain Ethereum. A maior mudança é com relação ao PoS (proof-of-stake ou prova de participação) e os mineradores...

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

Tendências

Após regulamentação, startups inovam na telemedicina veterinária

O atendimento remoto já era praticado, mas regulamentação deve fazer o modelo evoluir. Novas oportunidades de negócio foram criadas.

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Entrevista

Simple2u: como a MAG enfrenta a transformação dos seguros

Em entrevista exclusiva à THE SHIFT, Leonardo Lourenço, Head Geral da Simple2u, conta como a insurtech criada dentro do sandbox regulatório da Susep, repensa o segmento.

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

Inovação

A economia espacial vai crescer e gerar mais inovação na Terra

O ex-CTO da NASA e CEO da Space Tech Astra, Chris Kemp, acredita que é necessário criar uma economia espacial aberta, na qual colaborações inventivas a tornem livre e competitiva.

Por Linda Lacina | Fórum Econômico Mundial