s
Renato Bolzan Fundador e CEO da Invillia

ENTREVISTA

Em todos os lugares ao mesmo tempo

Para Renato Bolzan, fundador e CEO da Invillia, conectar equipes de inovação distribuídas e assíncronas sempre fez parte do jogo da inovação

Por Cristina De Luca 24/04/2020

Cientista da Computação pela UFSCAR com curso de Venture Capital em Berkley, Renato Bolzan fez toda a sua carreira em empresas da Internet. Passou pelo BOL, depois pelo UOL, até virar empreendedor. No início dos anos 2000 criou a Invillia e em 2018 deu início à expansão internacional da empresa.

Hoje Renato mora em Portugal, de onde toca a abertura dos escritórios em Lisboa e Londres. E prepara o desembarque nos Estados Unidos. “Que não deve ser em um local muito óbvio, já que a gente não precisa ter todos os colaboradores e clientes no mesmo lugar, e também deseja fugir dos custos do Vale do Silício”, diz.

Nascida em Araraquara, a empresa que ajudou a fundar sempre usou a Internet para estar presente nos grandes centros. E nadou de braçada quando cloud passou a ser a onda. Hoje a principal atuação da companhia, que começou como uma fábrica de software, é auxiliar clientes como PagSeguro, UOL, C6 Bank, 99app, Movile, iFood, Flaner e Unitrust a expandir o poder de criar produtos e serviços digitais, como consultora e desenvolvedora.

Conteúdo exclusivo para membros da The Shift

Experimente grátis por 30 dias

Jose Morales: O futuro do trabalho é assíncrono

Entrevista

Jose Morales: O futuro do trabalho é assíncrono

E aí veio a pandemia e todos tivemos que trabalhar de casa. Mas para muitas das empresas, que sequer cogitavam permitir trabalho remoto em tempos saudáveis, a pandemia teve efeito disruptor imediato.

Por Silvia Bassi
A inclusão é disruptiva

Entrevista

A inclusão é disruptiva

Carolina Ignarra, sócia fundadora da Talento Incluir e formada em Educação Física, trabalha para apoiar a inclusão de pessoas com deficiência como profissionais e também como consumidores, em mais de 300 empresas.

Por Silvia Bassi
É hora de ter sensibilidade e cuidar das pessoas

Entrevista

É hora de ter sensibilidade e cuidar das pessoas

Frederico Lacerda, fundador da Pin People, defende que, mais do que nunca, o People Analytics pode ajudar as empresas a apoiar os colaboradores remotos e cuidar da cultura organizacional

Por Cristina De Luca