s
GESTÃO

Mobilidade interna: a peça que faltava na estratégia de negócios para 2023

Prática pode ter um impacto enorme na retenção de talentos. E mesmo que muitas empresas a considerem de difícil implantação, deve ser pedra angular das estratégias de contratação e retenção

Pergunte à liderança de RH se a empresa onde trabalha é boa no desenvolvimento de carreira, e ele provavelmente dirá que sim — e depois falará sobre os programas que criou para funcionários de alto potencial.

Pergunte também como a empresa oferece suporte ao restante da força de trabalho e a resposta provavelmente mudará. Algumas dirão que esperam que os gerentes sejam responsáveis pelo desenvolvimento de seu pessoal. Outras, que os funcionários é que devem se responsabiliza por seu desenvolvimento de carreira. Lideranças mais transparentes acrescentarão que sua abordagem funciona para parte da força de trabalho, não para a maioria.

Condutas como essas podem parecer boas, mas muitas vezes não cumprem o que prometem e se tornam um problema a mais para as empresas, especialmente quando é difícil encontrar e reter funcionários qualificados. E acabam por esconder também outro problema recorrente das empresas: uma prática chamada “mobilidade interna”, que tem um impacto ENORME na retenção de talentos.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Inclusão pode ser a resposta para a crise do burnout

Liderança

Inclusão pode ser a resposta para a crise do burnout

As empresas precisam trabalhar a inclusão muito além do onboarding, criando um espaço em que as pessoas se sentem seguras para se expressar

Por que é tão difícil abraçar mudanças audaciosas?

Gestão

Por que é tão difícil abraçar mudanças audaciosas?

Porque talvez estejamos deixando de fazer as pergunta mais difíceis, diz designer, curador e empresário Seth Goldenberg.

Gestão de mudanças também é cultura e estratégia

Gestão

Gestão de mudanças também é cultura e estratégia

Nunca foi tão necessário repensar toda a abordagem da empresa à mudança. Entraremos em uma época na qual a capacidade de mudar se tornará central para a estratégia corporativa.

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Gestão

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Chegou a época do ano de fazer balanço e, de segurar aquelas pessoas que fazem a diferença na empresa. Já ouviu falar de "stay interviews"?

O que torna o feedback tão difícil?

Liderança

O que torna o feedback tão difícil?

A dor de descobrir lacunas profundas provoca fortes emoções e aciona gatilhos indesejados. Às vezes, a hesitação em aceitar essas lacunas vem das reservas que temos com a pessoa que as apontou

Mais princípios, menos conflitos

Gestão

Mais princípios, menos conflitos

Quando as empresas enfrentam decisões difíceis, princípios bem articulados podem ajudá-las a fazer melhores escolhas. Mais do que declarações vazias se missão e valores. E o que define os princípios?