s
Créditos: (Unsplash/Christina @ wocintechchat.com)
DIVERSIDADE

HRTechs aliadas da diversidade nas empresas

Startups de RH oferecem soluções, como entrevistas anônimas e análise de dados, para garantir a diversidade e inclusão nas companhias.

No mundo empresarial, ser mais inovador e resiliente é sinônimo de sair na frente da concorrência. Mas não basta um bom departamento de pesquisa e desenvolvimento ou uma área de inovação. Os times também são essenciais no processo: a diversidade impulsiona a inovação. Ter equipes realmente diversas ainda é um desafio e é aí que entram as HRTechs, startups de RH que trabalham para reduzir os vieses durante a contratação e aumentar a inclusão de minorias no dia-a-dia das empresas.

Mesmo entre as startups, ser diversa é um desafio. Dados do “Mapeamento do ecossistema brasileiro de startups”, da Abstartups, apontam que, apesar de 96,8% das empresas ouvidas afirmarem apoiar a diversidade, só 25,2% possuem ações ou processos seletivos voltados para a diversidade. A grande maioria (92%) não possui colaboradores transexuais e apenas cerca de 10% das empresas têm pessoas com deficiência nas equipes. O cenário comprova que falar é mais fácil que fazer.

A tecnologia pode reduzir as barreiras que impedem que a preocupação com a diversidade reflita em ações práticas. Em um artigo da Forbes, a Vice-presidente global de HXM Technology Architecture da SAP SuccessFactors, Naomi Benjamin, pontua três formas em que soluções tecnológicas apoiam a diversidade, equidade e inclusão nas organizações: removendo o viés inconsciente, prevenindo o viés de talentos no ponto de decisão e obtendo insights acionáveis por meio de análises e métricas.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

A neurodiversidade pode ser um ponto forte nas empresas

Carreira

A neurodiversidade pode ser um ponto forte nas empresas

Pessoas com habilidades cognitivas diferentes podem se tornar extremamente produtivas com um ambiente de trabalho desenhado para acomodar suas diferenças

Por Miriam Moeller, Dana L. Ott e Emily Russo, The Conversation
A inclusão é disruptiva

Entrevista

A inclusão é disruptiva

Carolina Ignarra, sócia fundadora da Talento Incluir e formada em Educação Física, trabalha para apoiar a inclusão de pessoas com deficiência como profissionais e também como consumidores, em mais de 300 empresas.

Por Silvia Bassi
“O RH tem que ser um criador de capacidades”

Entrevista

“O RH tem que ser um criador de capacidades”

Há mais de cinco anos, Ludymila Pimenta criou a RHlab para ser um laboratório de soluções inovadoras em gestão de gente, mas com potencial de desenvolver talentos e lideranças

Por Soraia Yoshida