s
Ilustração mostra como pode funcionar Lojas Facebook Crédito: Divulgação/Facebook
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Facebook turbina lojas gratuitas com IA

O “modelo universal de reconhecimento de produto” poderá identificar todas as imagens de produtos que podem ser comprados e é a primeira etapa de implantação do Lojas do Facebook

O Facebook está lançando um “modelo universal de reconhecimento de produto” que usa inteligência artificial para identificar bens de consumo, de móveis a moda rápida e carros velozes. É o primeiro passo para um futuro em que os produtos em todas as imagens em seu site possam ser identificados e potencialmente comprados.

O reconhecimento do produto é o primeiro de uma série de atualizações baseadas em IA que chegam às suas plataformas de comércio eletrônico em um futuro próximo, disse Mano Ver Paluri, chefe da Applied Computer Vision no Facebook, ao The Verge. Eventualmente, eles combinarão IA, realidade aumentada e até assistentes digitais para criar o que chama de experiência de compra “social-first”, base do Facebook Shops, lançado ontem em vários países, incluindo o Brasil, para atender pequenas empresas, facilitando a criação de lojas online na rede social e no Instagram. Aqui o nome é Lojas do Facebook.

A McKinsey estima que a Amazon, que recentemente implantou a IA para lidar com as consultas recebidas dos compradores, gere 35% de todas as vendas do seu mecanismo de recomendação de produtos. Além disso, a IA de startups como ModiFace, Vue.ai, Edited, Syte e Adverity já permite que os clientes experimentem tons de batom virtualmente, visualizem imagens de modelos em todos os tamanhos e identifiquem tendências e vendas ao longo do tempo.

Receba grátis nossa newsletter

Em tempo:

IA Neuro-Simbólica: chegamos à terceira onda da Inteligência Artificial

Inteligência Artificial

IA Neuro-Simbólica: chegamos à terceira onda da Inteligência Artifi...

A promessa é a de transcender os limites do Deep Learning e da IA Simbólica, aprendendo com conjuntos de dados de treinamento bem menores, tornando a aquisição de dados muito mais fácil

Quando o bootstrapping vale a pena

Startups

Quando o bootstrapping vale a pena

Crescer a empresa com capital próprio é arriscado, mas dá mais liberdade para os fundadores e mantém o Equity intacto.

Por Marina Hortélio
A Black Friday é a hora de colher os frutos das estratégias de IA

Inteligência Artificial

A Black Friday é a hora de colher os frutos das estratégias de IA

A inteligência artificial ajuda a oferecer uma melhor experiência para o consumidor por permitir que a marca conheça a fundo o cliente. Assim, as empresas se destacam da concorrência na Black Friday.

Por Marina Hortélio
Tendência do consumo híbrido exige estratégia omnichannel

Tendências

Tendência do consumo híbrido exige estratégia omnichannel

Pesquisa do PayPal aponta que as compras online vão continuar relevantes após a pandemia, por isso, as marcas precisam adotar uma estratégia multicanal

Por Marina Hortélio
No will bank, a meta é mudar a relação entre pessoas e bancos

Entrevista

No will bank, a meta é mudar a relação entre pessoas e bancos

O banco digital quer que o mundo das finanças deixe de ser um bicho de sete cabeças ao resolver os problemas de quem tem conta e também dos desbancarizados

Por Marina Hortélio
Cuidado com termos como

Inteligência Artificial

Cuidado com termos como "IA para Todos"

Para a sociedade civil, existe um receio de que as Big Techs controlem a Inteligência Artificial