s
Ilustração mostra como pode funcionar Lojas Facebook Crédito: Divulgação/Facebook

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Facebook turbina lojas gratuitas com IA

O “modelo universal de reconhecimento de produto” poderá identificar todas as imagens de produtos que podem ser comprados e é a primeira etapa de implantação do Lojas do Facebook

O Facebook está lançando um “modelo universal de reconhecimento de produto” que usa inteligência artificial para identificar bens de consumo, de móveis a moda rápida e carros velozes. É o primeiro passo para um futuro em que os produtos em todas as imagens em seu site possam ser identificados e potencialmente comprados.

O reconhecimento do produto é o primeiro de uma série de atualizações baseadas em IA que chegam às suas plataformas de comércio eletrônico em um futuro próximo, disse Mano Ver Paluri, chefe da Applied Computer Vision no Facebook, ao The Verge. Eventualmente, eles combinarão IA, realidade aumentada e até assistentes digitais para criar o que chama de experiência de compra “social-first”, base do Facebook Shops, lançado ontem em vários países, incluindo o Brasil, para atender pequenas empresas, facilitando a criação de lojas online na rede social e no Instagram. Aqui o nome é Lojas do Facebook.

A McKinsey estima que a Amazon, que recentemente implantou a IA para lidar com as consultas recebidas dos compradores, gere 35% de todas as vendas do seu mecanismo de recomendação de produtos. Além disso, a IA de startups como ModiFace, Vue.ai, Edited, Syte e Adverity já permite que os clientes experimentem tons de batom virtualmente, visualizem imagens de modelos em todos os tamanhos e identifiquem tendências e vendas ao longo do tempo.

Receba grátis nossa newsletter

Em tempo:

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Inteligência Artificial

A tecnologia que faz surdos e ouvintes se entenderem

Com o uso de Inteligência Artificial, a startup alagoana Hand Talk traduz português e inglês em línguas de sinais. O propósito é reduzir as barreiras de comunicação entre surdos e ouvintes, como conta o CEO Ronaldo Tenório

Por Marina Hortélio
A disrupção digital que já mudou os pagamentos chega aos seguros

Tendências

A disrupção digital que já mudou os pagamentos chega aos seguros

Os participantes desses ecossistemas serão definidos por sua força dentro de uma cadeia de valor hiperespecializada, se tornando cada vez mais orquestradores de soluções

Por Cristina De Luca
E a IA começa a se tornar onipresente, de fato

Inteligência Artificial

E a IA começa a se tornar onipresente, de fato

Com TinyML, qualquer objeto, por menor que seja, se tornará inteligente. A tecnologia permite fazer mais com menos espaço e poder computacional

Por Cristina De Luca
Chegou a hora de quebrar os silos de dados

Inteligência Artificial

Chegou a hora de quebrar os silos de dados

A boa notícia para a indústria de dados e IA é que os data warehouses, os data lakes e as lakehouses estão crescendo muito rápido, em escala

Por Cristina De Luca
Da favela para a fama: o potencial transformador do Free Fire

Mobile

Da favela para a fama: o potencial transformador do Free Fire

Assim como o futebol, o game é visto como uma forma de mudar de vida pelos moradores das comunidades

Por Marina Hortélio
Por uma IA que trabalhe melhor com o português

Inteligência Artificial

Por uma IA que trabalhe melhor com o português

Centro de Inteligência Artificial da USP, em parceria com a Fapesp e a IBM, se prepara para liberar três conjuntos de dados open source para treinamento de modelos NLP no nosso idioma

Por Cristina De Luca