s
Crédito: Reprodução Internet
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Em debate histórico, dois cientistas divergem sobre a IA

Yoshua Bengio e Gary Marcus têm definições e visões diferentes sobre o Deep Learning

Em um debate histórico, realizado na véspera do Natal de 2019, Gary Marcus, professor e empresário da NYU e uma das grandes referências em Deep Learning, e Yoshua Bengio, um dos pioneiros e principais especialistas na tecnologia, discordaram muito a respeito das definições e caminhos que ela deve seguir.

Em comum apenas o pensamento de que os futuros sistemas de IA precisam de uma abordagem híbrida, que combine Machine Learning com alguma forma de manipulação do que Marcus chamou de “símbolos” e Bengio de “variáveis”. Marcos resumiu o debate em um texto publicado no Medium.

AI DEBATE: Yoshua Bengio | Gary Marcus

Dias depois, o debate continuava quente na Internet. Marcus publicou um post no Medium, que foi respondido por Bengio, em uma carta aberta no Google Docs, vinculada à sua conta do Facebook.

CADASTRE-SE GRÁTIS PARA ACESSAR 5 CONTEÚDOS MENSAIS

Ao cadastrar-se você declara que está de acordo
com nossos Termos de Uso e Privacidade.

Cadastrar

A conversa sobre o melhor caminho para a IA segue reverberando nas mídias sociais com a hashtag: #AIDebate. E tem gerado muitas indicações de leitura para profissionais da área, estudantes e curiosos, no site da Montreal.ia, organizadora do evento.

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Inteligência Artificial

A análise de dados em tempo real é vital hoje

Seus benefícios comerciais, independentemente do setor, continuarão a impulsionar a adoção

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

Inteligência Artificial

Responsabilidade pela ética da IA é dos C-levels

À medida que a adoção da IA ​​aumenta rapidamente, é fundamental que a ética da IA ​​progrida de teorias abstratas para práticas concretas, sob a batuta dos executivos das áreas de negócios

Personalização e IA andam de mãos dadas

Inteligência Artificial

Personalização e IA andam de mãos dadas

A tecnologia ajuda a compreender as necessidades específicas de cada consumidor e a estabelecer uma comunicação direta e eficaz, para melhorar o relacionamento entre marca e cliente

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial e seus três eixos regulatórios

A ética dos dados, a ética dos algoritmos e a ética das práticas devem embasar as propostas de legislação que busquem provocar a internalização de conceitos de “certo” ou “errado”

Por Gustavo Artese*, especial para The Shift
NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Inteligência Artificial

NIST aponta caminhos para reduzir o viés da IA

Frequentemente visto como um problema técnico, estudo reconhece que grande parte do problema decorre de vieses humanos, sistêmicos e institucionais. E aponta formas de resolvê-los

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial precisa passar de tática a estratégica

E o caminho pode estar na maior conscientização das lideranças executivas sobre os benefícios da tomada de decisão aprimorada pela tecnologia