s
GESTÃO

Cuidado com as armadilhas da agilidade

Como conceito e fundamentos, a metodologia ágil é bastante simples de entender, mas quando se trata de implementação, é uma batalha difícil.

Já se passaram mais de 20 anos desde a criação do Manifesto Ágil. E não, o Agile não morreu. No entanto, ainda existem muitas discrepâncias no entendimento e aplicação da agilidade nas organizações. O que certamente levará a resultados negativos se os líderes não reconhecerem as armadilhas em seus processos. Não existe e nunca existirá uma fórmula mágica. Existem, sim, métodos e ferramentas para auxiliar as equipes em seus trabalhos, que de nada adiantarão se não forem bem aplicados.

Como conceito e fundamentos, a metodologia ágil é bastante simples de entender, mas quando se trata de implementação, é uma batalha difícil.

Surgida entre as equipes de desenvolvimento de software, a metodologia ágil passou a ser cada vez mais usada para impulsionar a agilidade organizacional em empresas interessadas em responder rapidamente às mudanças exigidas pelo mercado e pelos consumidores, como comprova a 16ª edição do “State of Agile Report”, publicada em dezembro. Principalmente após a pandemia de Covid-19. Mas a agilidade organizacional não é uma panaceia. Existem problemas na busca pela agilidade produzindo consequências não intencionais, alertam professores de Administração em artigo para a MIT Sloan Review.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Gestão

É hora de ouvir mais e agir rápido para não perder pessoas-chave

Chegou a época do ano de fazer balanço e, de segurar aquelas pessoas que fazem a diferença na empresa. Já ouviu falar de "stay interviews"?

O que torna o feedback tão difícil?

Liderança

O que torna o feedback tão difícil?

A dor de descobrir lacunas profundas provoca fortes emoções e aciona gatilhos indesejados. Às vezes, a hesitação em aceitar essas lacunas vem das reservas que temos com a pessoa que as apontou

Mais princípios, menos conflitos

Gestão

Mais princípios, menos conflitos

Quando as empresas enfrentam decisões difíceis, princípios bem articulados podem ajudá-las a fazer melhores escolhas. Mais do que declarações vazias se missão e valores. E o que define os princípios?

O custo do atraso e a arte da priorização

Gestão

O custo do atraso e a arte da priorização

Para tomar decisões, precisamos compreender o quão valioso e o quão urgente algo é.

Cultura de Design Responsável. Você tem?

Tendências

Cultura de Design Responsável. Você tem?

Se quisermos tornar as nossas empresas preparadas para o futuro, temos de mudar o nosso foco de proporcionar a melhor experiência para “ter um impacto significativo na sociedade e no ambiente".

Privilegie o feedforward

Gestão

Privilegie o feedforward

De olho no aprendizado contínuo e na inovação, metodologia começa a destronar o feedback nas avaliações de pessoas. Parece só uma troca de palavras, mas é não é. E pode gerar excelência.