s
Hand holding coins from lines, triangles and particle style design. Illustration vector
MERCADO

Como será a moeda digital oficial do Brasil

Banco Central divulgou nesta segunda-feira (24) conjunto de diretrizes para a CBDC brasileira, com destaque para uso no varejo

O Banco Central do Brasil divulgou nesta segunda-feira um conjunto de diretrizes, elaboradas por um grupo interdisciplinar, que vão nortear o debate sobre uma moeda digital oficial do país. A CBDC (Central Bank Digital Currency) ainda não tem data de lançamento definida, mas já existe expectativa de que ela possa ser usada no varejo, ajude a combater a corrupção no país e reduza custos com papel moeda.

O movimento do Banco Central do Brasil está alinhado com a tendência mundial do sistema financeiro de se repensar para a economia digital e para um futuro que vai exigir novas plataformas para transações entre pessoas, empresas e até países.

Os sintomas da mudança exigida pela transformação digital incluem o fato de que o uso do dinheiro físico está rapidamente sendo substituído por meios de pagamento cada vez mais digitais e sem contato. O regulador espera economizar cerca de R$ 90 bilhões por ano em custos com moeda física.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis e tenha acesso a 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Trabalho: falta de engajamento pode levar a perdas de US$ 7,8 trilhões

Mercado

Trabalho: falta de engajamento pode levar a perdas de US$ 7,8 trilhõe...

Estresse, raiva, preocupações e infelicidade no trabalho são principais causas de queda de produtividade

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Economia

Novas demissões são um sinal negativo para o mercado

Em cinco meses de 2022, o número de demissões já se iguala ao total de 2021. Sinais de falta de liquidez atingem principalmente as scale-ups

A saga Twitter & Elon Musk. Um fio para acompanhar

Mercado

A saga Twitter & Elon Musk. Um fio para acompanhar

O bilionário quer comprar o Twitter por US$ 44 bilhões. A história continua rendendo porque o deal leva tempo e muito dinheiro. Acompanhe aqui

Com ETF, Hashdex aposta no DeFi

Inovação

Com ETF, Hashdex aposta no DeFi

As finanças descentralizadas vem ganhando notoriedade com a premissa de disruptarem o setor financeiro.

Por Marina Hortélio
Plataformas Low-Code e No-Code apoiam a transformação digital

Inovação

Plataformas Low-Code e No-Code apoiam a transformação digital

Startups Low-Code e No-Code permitem que empresas lancem produtos digitais mais rápido e com menos envolvimento das equipes de TI.

Por Marina Hortélio
Investimento recorde em Climate Tech: mais capital para cuidar da Terra

Tendências

Investimento recorde em Climate Tech: mais capital para cuidar da Terr...

A guinada ESG dos investidores e urgência de criar soluções para as mudanças climáticas atraem investimentos para as Climate Techs.

Por Marina Hortélio