s
A Petz é uma das redes que expandiu sua atuação digital com uma estratégia de M&A Divulgação
TENDÊNCIAS

As oportunidades do mercado Pet

O segmento é um dos únicos que cresceu na pandemia, puxado pela tendência de humanização dos pets. Mas o ecossistema ainda possui poucas soluções inovadoras

Se antes a expressão “pai de pet” ou "mãe de pet" era estranha, agora ela representa cada vez mais a relação entre os tutores e seus bichos de estimação. Os animais são vistos como parte essencial de muitos domicílios e, com isso, os gastos com esses bichinhos aumentam. A tendência de humanização dos animais é uma das responsáveis pelo boom desse mercado. A pandemia veio para acelerar a tendência de cuidados com os pets e o segmento foi um dos que escapou da crise gerada pelo coronavírus. Nesse contexto de oportunidades, as startups têm espaço para emplacar novas soluções.

“Existe uma capacidade gigante de crescimento e aparecimento de novas startups, com novas soluções. Vamos ter uma evolução enorme na forma de alimentar e cuidar do pet. Estamos em um momento muito bom de crescimento e de geração de valor para esse mercado", afirma Marcio Waldman, fundador e Board Member do Grupo Petlove. "Acho que ainda estamos no começo de uma jornada de crescimento e inovação que vai perdurar por muitos anos”.

O brasileiro é apaixonado por animais. Em 2020, a população brasileira de pets era de cerca de 144,3 milhões, segundo estimativa do Instituto Pet Brasil (IPB). Apesar da crise provocada pela pandemia, o setor deve atingir R$ 46,5 bilhões em faturamento em 2021 — um crescimento de 13,8% ante o ano passado, de acordo com o IPB.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Inovação

PMEs e startups: parceria incrementa digitalização

Com mais maturidade digital, as pequenas e médias empresas brasileiras podem beneficiar ainda mais a economia. As startups trazem as soluções para apoiar a digitalização

Chega de embromação:

Entrevista

Chega de embromação: "temos que colocar dinheiro nas mãos das mulhe...

Para a CEO da socialtech B2Mamy, Dani Junco, só o dinheiro liberta. Por isso, as startups e as iniciativas de apoio ao empreendedorismo feminino devem receber mais cheques.

Bancos devem inovar mais para continuarem competitivos

Tendências

Bancos devem inovar mais para continuarem competitivos

Principalmente explorar oportunidades para aumentar os recursos de pagamentos por meio de DLTs, CDBCs, tokenização e outras soluções

Entre as startups, falta governança corporativa

Liderança

Entre as startups, falta governança corporativa

A recomendação é aplicar práticas de governança desde o começo e evoluir com o crescimento da companhia.

Liberdade para quem?

Economia

Liberdade para quem?

Elon Musk pagou US$ 44 bilhões pelo Twitter, mas seus problemas são muito maiores de que só encontrar um jeito de fazer o upside financeiro da rede social

Com IA, lawtechs e legaltechs ajudam as empresas a fechar acordos judiciais

Inteligência Artificial

Com IA, lawtechs e legaltechs ajudam as empresas a fechar acordos judi...

Usar inteligência artificial para analisar os processos dá visibilidade às ações enfrentadas e indica quando vale seguir para uma solução por meio de acordo.