s
INOVAÇÃO

A fronteira final para a energia renovável…

É a energia que vem dos oceanos começa a receber um novo impulso na luta contra as mudanças climáticas. Mas essa exploração também tem seus impactos

Pouco mais de 70% da superfície do planeta é coberta por oceanos. E basta olhar para eles para ver o seu potencial energético. Acontece que extrair energia de um dos ambientes mais inóspitos e indomáveis da Terra pode ser um processo lento e difícil. Embora represente um salto em direção a uma matriz energética limpa e renovável, falta entender os impactos da exploração em escala da Wave Energy e da Ocean Thermal Energy (OTEC) na vida selvagem, no meio ambiente em geral, nas populações locais, na pesca e em outras indústrias.

De acordo com projeções do Market Reports World, só o mercado global da Wave Energy deve crescer de US$ 477,81 milhões em 2022 para US$ 10 bilhões em 2031. Poderia atender às necessidades anuais de eletricidade do mundo, se fosse totalmente aproveitada, estimaram os cientistas. Razão de muitos países — incluindo Austrália, Coréia, China, Dinamarca, Itália, Portugal, Espanha, Reino Unido e EUA — já estarem desenvolvendo sistemas de energia oceânica. E são muitos os desafios. Começando pelo fato que construir e operar usinas de Wave Energy geralmente é caro.

Muitas aplicações de nicho ajudando a preparar o caminho para projetos maiores. Isso inclui o uso da energia das ondas para alimentar plataformas de petróleo e gás, agricultura marinha, ilhas remotas, bases navais, serviços de oceanografia e resorts de luxo. Segmentos explorados por startups como a Carnegie Clean Energy, a SINN Power, a Eco Wave Power e a Ocean Power Technology, entre outras. Na Suécia, a CorPower Ocean diz ter construído a maior plataforma de teste de Wave Energy, em Estocolmo.

Este é um conteúdo exclusivo para assinantes.

Cadastre-se grátis para ler agora
e acesse 5 conteúdos por mês.

É assinante ou já tem senha? Faça login. Já recebe a newsletter? Ative seu acesso.

Cuidado para não cair no gap da inovação

Inovação

Cuidado para não cair no gap da inovação

A maioria das empresas prioriza a inovação, porém não estão preparadas, mostra levantamento do BCG.

Inovações e patentes sustentáveis

Inovação

Inovações e patentes sustentáveis

Quase uma em cada três invenções está relacionada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, aponta estudo da OMPI, às vésperas do Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

Falta imaginação às empresas

Inovação

Falta imaginação às empresas

Pesquisa recente revela que as empresas perderam a capacidade de imaginar o seu futuro, refletindo falta de curiosidade e criatividade, essenciais para a inovação.

Três tipos de inovação

Inovação

Três tipos de inovação

Daniel Sabbah, um dos autores do livro "The Heart of Innovation", explica a diferença entre inovação e invenção e os tipos de inovação nos quais investir e o porquê.

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos na TecBan

Inovação

Corporate Venture Builder: modelo de geração de inovação e ganhos...

A ATMosfera Venture foi criada para desenvolver negócios multissetoriais que possam contribuir para as transformações do ecossistema financeiro brasileiro.

Por Marcos Aurélio Pedroso *
Viagens e turismo em modo futuro

Inovação

Viagens e turismo em modo futuro

Um denso estudo produzido pela Design Hotels, em parceria com a SOON Future Studies, mergulha no cruzamento da tecnologia, com a mudança do comportamento das pessoas sobre viagens, turismo e hospedagem, para traçar um panorama interessan...